2 de outubro de 2009

Delivery Us From Evil



Acabei de assistir boa parte de um documentário, na HBO, sobre a pedofilia de padres nos EUA. Especificamente casos como o de Oliver O'Grady, o mais reconhecido pedófilo da Igreja Catolica, onde fica evidente sua falta de vergonha ou qualquer sentimento de culpa com suas vítimas na California.
O próprio violador conta, sem remorsos, tudo o que fez, com riqueza de detalhes.
A ICAR se contradiz, não pune, acoberta, e chega afirmar que, no caso da menina, é normal. No caso do menino, se recusa a responder em tribunal e fica por isso mesmo.
O dízimo dos fiéis, neste caso, é usado para pagar milhões em ações para calar a boca dos agredidos.
O padre estuprador chega a propôr que se reuna suas vítimas, agora adultos transtornados e infelizes, para que ele as ordene a tocar suas vidas.
Há, dentro da ICAR,quem defenda essas vítimas, os encorajando a lutar para punir estes bandidos, mas a própria igreja trata de calar estes padres, silencionda-os.

Impunidade.

Total impunidade.
O sofrimento e o pranto de um pai, ao ver sua familia inteira violada pelo padre, que se oferecia para dormir em sua casa, estuprava sua filha e filho a noite, e de manhã, dirigia as preces no café .
Ele já vinha transferido de outras igrejas, por conta do mesmo "problema". A ICAR sempre soube.
Tudo isso é contado abertamente pelo autor do delito, morando tranquilamente na Irlanda e ainda as custas da igreja.

Será que alguém tem o rabo preso?



Zé Luís

Nenhum comentário:

Postar um comentário