17 de dezembro de 2009

Pastor abandona Filha adotiva - O cara teve Blog Cristão!

Zé Luís

Atenção: 
O Blog de Eber Rosa da Silva foi desativado. (Atualizado em 01/01/10)

Esta semana saiu em muitos canais da mídia, também postado no Blog da Leilahh a noticia sobre Eber Rosa da Silva, onde ele abandona a filha adotiva numa estrada de Minas, a mais de duzentos quilômetros de distância de casa.

O chamado da noticia é reforçado não pela falta de humanidade do pai adotivo, que trata a criança como aquele que deixa um cachorro para morrer por ter perdido a empolgação com o bichinho, ou a própria mãe que parece compactuar com o ato, já que já fazia uma semana que o ato foi executado, e ninguém se prontificou - nem ela - a notificar às autoridades.

Na delegacia, após tentar negar, confessou que o casal não se adaptou a criança, e foi então que resolveram (creio eu que a coisa não foi só com ele) cometer esta insensatez.

Curioso - e trágico - é a necessidade de exaltar a notícia, citando o cargo do pai, conhecido pastor da cidade de Ipatinga - MG - para tornar a notícia ainda mais terrível.
O tal "abandonador" também tem seu cargo na mesma igreja, e em muitos jornais, nada disso foi citado.

Eu que sou pai, sei muito bem que nem sempre somos a principal influência na vida de nossas "crias", assim como o meu, que até tentou muito me ensinar suas qualidades, mas como típico "rebelde", não atentei para aquilo. Não por culpa dele ou de qualquer outro: era minha a adâmica culpa.


No mais, o que mais me chocou foi a falta de compaixão do dito "crente".
As fotos do blog do "filho de Pastor" mostram um homem equilibrado, um casal numa eterna lua de mel, um pai orgulhoso de seu filho( e vice-versa), uma igreja firme e instruidora, mas o que vai naquela alma não parece ser o que se apresenta nas imagens e posts.

Toda a pompa e alinho das celebrações religiosas fracassam vergonhosamente diante da simples e singela necessidade de continuar a amar alguém como gente (ou mesmo como bicho: tem gente tratando cachorro muito melhor que os filhos).

Quando vejo que uma atrocidade destas tornou-se pública (creio que o que a mídia consegue divulgar é só a ponta do Iceberg), me pergunto sobre utilidade da atual igreja na vida destas pessoas. Entendeu por que "Cristão Confuso"? Ou tudo isso não é muito estranho para você também?