18 de dezembro de 2009

Pecados Confessados - David Letterman



Confissão do apresentador: em inglês

Zé Luís

Em Outubro deste ano, o mundialmente conhecido apresentador, o americano David Letterman, confessou ao vivo, diante das câmeras, ter cometido adultério com mulheres da equipe de seu programa.

Como de praxe, fez piada durante sua confissão, embora ele soubesse o quanto isso lhe custaria.

A Atitude:

Fonte: youPode


A admissão do apresentador veio após uma série de acontecimentos de natureza baixa: foi chantageado por um colega, o produtor do programa de documentários sobre crimes e tragédias, 48 Hours, Robert Joe Halderman. O chantagista deixou um vídeo comprometedor e um bilhete no carro de Letterman. Mais tarde pediu US$2 milhões para ficar quieto. Depois de aconselhar-se com seus advogados, Letterman resolveu denunciá-lo tornar pública a questão, revertendo assim o situação, e expondo o chantagista.

Quantas vezes somos acuados em nossa vida por aquele que nos ameaça em revelar nossos pecados?
A bíblia aponta para prática da confissão dos mesmos, uns aos outros, embora creia que vivamos numa igreja que abomina isso. Certa vez, numa dinâmica em sala de aula de escola bíblica, propus essa prática. Os garotos, todos bem vividos no meio "evangélico", já haviam aprendido que a melhor maneira de ser aceito por todos, é fingir que não pecam. Alguns até, por ser ótimos fingidores, tornam-se conselheiros, enquanto os que não disfarçam tão bem, fingem que crêem que aquela "inerrância" é passível de ser vivida. A dinâmica não vingou.

David confessou seus pecados pessoais diante daqueles que o admiram. O senhor Robert, que sonhava fazer dele sua fonte de renda, foi desmascarado e ridicularizado em caráter mundial. Seu sonho de ganhar muito através da falha alheia transformou-se em pesadelo pessoal, ganhando repúdio público e uma ação judicial de brinde.

Não é curioso - e triste - que nós, auto-intitulados cristãos, não consigamos fazer isso, por receio de "manchar" nossa imagem. Quanto prejuízo há em cada alma que está presa a pecados não confessados?

Se você tem um irmão que pode chamar de amigo - a ponto de poder confessar seus tropeços sem que ele te acuse ou te condene, ore a Deus, em agradecimento. Este é uma rara e genuína benção do Pai, ainda remanescente nestas terras. Confesso que tenho amigos, e se eles estiverem lendo, sabem que falo deles.

Um comentário:

  1. Pra quem se diz cristão confuso, esse post contraria...rsrs
    Vc tem convicção do que deve ser feito.
    É isso aí!

    E o diabo? Um chantagista de primeira né?
    Mas Jesus é nosso advogado.Graças a Deus!

    E é um alívio quando estamos sendo tentados a pecar,contamos pra um amigo, e ele começa a orar e nos "vigiar"...tudo isso é muito bom.
    Deus te abençoe!
    Abraço.

    ResponderExcluir