18 de fevereiro de 2010

Apresentador mata parceiro com AIDS

Vi no Blog da Leila Cordeiro

Volta e meia a gente sabe de notícias que envolvem uma das grandes polêmicas da humanidade, a eutanásia. Recentemente, uma mãe matou a filha a pedido dela que estava sofrendo há anos de uma doença degenarativa. Chegou a ser presa, mas foi absolvida. Entretanto nem sempre é assim. Existem motivos e motivos para justificar esse ato extremo de tirar a vida de um grande amor exatamente por amor a ele.

Complicado e extremamente delicado esse assunto, não é mesmo?

E é exatamente por esse drama que o apresentador da BBC, Ray Gosling, de 70 anos, está passando. Ele surpreendeu a todos quando contou aos telespectadores do programa Inside Out que tinha um pacto com seu antigo parceiro – cujo nome não revelou – de pôr fim à vida de um ou outro, caso a dor de alguma doença se tornasse insuportável e não houvesse mais esperança de tratamento. O companheiro dele sofria de Aids , fora desenganado pelos médicos e vinha tendo dores terríveis. Por isso sufocou-o com um travesseiro.

No vídeo abaixo você vai ver o depoimento sofrido e chocante do apresentador no momento em que ele confessa que matou o parceiro.

Na manhã de ontem, terça-feira, depois da exibição do programa, a polícia de Nottinghamshire confirmou que um inquérito foi instaurado. Um porta-voz da BBC disse que a empresa não sabia da confissão até o momento em que o programa foi ao ar.

O apresentador ,por sua vez, afirmou que estava consciente das implicações – inclusive criminais – da revelação.

"Quando você ama alguém, é difícil vê-lo sofrer. Minha impressão sobre a eutanásia é como gelatina – balança de um lado para o outro. Agora é o momento de compartilhar um segredo mantido sob sigilo por muito tempo", declarou Gosling.

O apresentador afirmou que alguns membros da família de seu ex-parceiro sabiam do episódio, mas não imaginou que sua confissão fosse ser transmitida em rede nacional e ganhar o mundo.

Gosling disse que decidiu contar seu segredo para o seu público da região de East Midlands porque tem uma "relação íntima" com os telespectadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário