16 de abril de 2010

O "xxxxxx" da questão

por Zé Luís

É bom estar entre os escolhidos de Deus: Vós, que sois raça eleita, destinada a ter tudo que esta terra tem para oferecer, em todas as nações.

Deus tirará do ímpio, e dará a você, que concorda com as palavras que digo, pois o que falo não vem de mim, não são ideias minhas: são de Deus. Isso explica o porque delas não poderem ser contestadas: é o princípio da autoridade, e é divino.

Ir contra isso é rebeldia, e toda rebeldia provém do maligno.

Minha luta,e nossa luta, é para que sejamos um. Uma unidade vencedora, um corpo perfeito, capaz de ir além do que qualquer um possa imaginar.

O inimigo, esses que nos enfrentam com seus pecados, os "xxxxxx", fazem-nos fracos, contaminando-nos com sua ideias, invadindo nossas vidas com suas torpes sugestões, roubando os valores nos quais nos fizemos fortes.

E quem teria interesse em minar nossos valores, se são neles que habita nossa força de resistência, a própria vida? O mal!

Entende a relação? Os "xxxxxx" são a representação do mal! Eles são o próprio inferno, enviado para destruir o povo escolhido de Deus.

Você é capaz de entender essa verdade? Só os escolhidos são capazes de receber a revelação que te trago, que te fará forte, mais próspero, e te agigantará diante das nações, restituindo tudo que o inimigo lhe tirou. Eles verão que eu sou contigo, e teu inimigo será esmagado – diz o Senhor. Tua mão será a minha mão, e esmagarás os "xxxxxx", purificando a terra de seu mal...

Se você já ouviu algo parecido com este discurso, se durante o sermão glorificou a Deus e sentiu melhor ao ouvir que o criador era contigo nas retaliações mais violentas, saiba que ele já foi, é e – infelizmente – será usado como forma de manipulação. Ele usa falácias das mais diversas, e já foi responsável por milhares de mortes.

Substitua os “xxxxxx” por “judeus”, por exemplo, e imagine esse discurso feito durante o aniversário do Fuhrer, diante de uma multidão que se prepara para queimar livros e pertences não arianos.

Ou, um grupo de evangélicos recebendo essa “revelação”, e os “xxxxxx” são os católicos ou os homossexuais. Talvez os católicos em seu desprezo por estes “xxxxxx”, com estes pagãos em suas seitas e seus pastores ladrões.

Quem sabe os “xxxxxxx” sejam o partido político a ser derrotado, o mal que traz a desgraça sobre a terra?

Sempre desconfie das intenções de quem traz em seu discurso algo semelhante ao que foi descrito acima: Estou inclinado a deduzir que os “xxxxxx” do mal são exatamente os que a trazem.

2 comentários:

  1. Temos uma quedinha por jirad, mas esquecemos que nosso maior inimigo somos nós mesmos, afinal o sem teto já está derrotado.
    Temos tbém uma quedinha por seres carismáticos, aqueles que falam aos berros aquilo que falamos baixinhos de baixo da cama.

    ResponderExcluir