22 de junho de 2010

O crente Kaká contra o ateu Juca Kfouri


Juca Kfouri, jornalista esportista, é ateu e critica a mistura entre religião e futebol. Agora, se já não bastassem os problemas de Dunga com a Globo, numa entrevista coletiva nesta manhã, Kaká aproveitou uma pergunta de André Kfouri, filho do jornalista em questão, para dizer o seguinte:

"Repetidamente em seu blog, os canhões do teu pai têm me atingido. O motivo pelo qual Juca me ataca não é profissional, ele já deixou claro muitas vezes que me ataca porque eu defendo publicamente a minha fé em Jesus. Mas da mesma forma que eu respeito ele como ateu, gostaria que ele respeitasse a mim e a milhões de brasileiros que creem em Jesus Cristo" (fonte: eBand).

Pelo andar da carruagem, com esta mistura explosiva de futebol, religião e - obviamente - política, se o Brasil ganhar a Copa, aí sim vai ser um milagre...


Nota deste editor: Na boa? Gostei da posição do Kaká. Como será que o Juca, que sempre fala e não dá direito a resposta recebeu seu "Cala a boca"?

Negócio é o seguinte: só quem pode falar mal de crente é "nóis"! Os "crente"!(força do hábito).