9 de junho de 2010

Revelações trágicas pós-mortem

Três amigos sofreram um acidente fatal, e chegando salvos ao céu, o anjo da portaria dá uma BMW ao primeiro e lhe diz:

- Em vida, foste totalmente fiel a sua esposa, portanto esse carro é pra você andar nas ruas de ouro deste lugar.

O segundo recém-defunto, ganhou do grande anjo, agora com ar de reprovação, um corsinha. Ele tinha traído a esposa uma ou outra vez.

O terceiro, com muito choro, ganhou um fiat 147 batendo biela. Ele era um fanfarrão, mulherengo, raparigueiro, rabo de saia e todos os demais adjetivos do gênero.

Certo dia, o cara do fiat 147 vê o da BMW parado no acostamento chorando copiosamente e diz:

- Pôxa, meu irmão! Você com um carrão desses chorando deste jeito! Olhe pra mim, só tenho o chucabum, sujando essas ruas tão limpas com vazamento de óleo... e mesmo assim, sou feliz da vida, ou melhor, da morte. O que aconteceu?

- Minha mulher acabou de falecer...

- E daí? Nós estamos mortos também!!

- Eu sei, mas ela é aquela ali de patinete...

Bobagem enviada por e-mail. Se estou lá, emendo ao traído de BMW:

- Lembra do que o pastor disse? "Até que a morte o separe"? Então. Já era, meu amigo. No mais, estamos no céu: Se existisse a opção de um divórcio litigioso, onde arrumariamos um advogado?