17 de julho de 2010

O problema é comigo! Confissões de Isaque para Rebeca

Por Hubner Braz

Minha amada Rebeca,

O problema é comigo. Você se cobriu com o véu, mais te puxei para fazer amor comigo na minha tenda. Você passou os melhores momentos comigo debaixo do cobertor colorido em meio ao deserto. Você montou no meu camelo e papeou com  meu melhor amigo, o Eliezer. Eu te espiei através da janela da minha carruagem para ouvir a conversa, pois ainda estávamos na cidade de Naor.

O problema é comigo. Lembro-me que me sentia apto para te beijar e entre as nossas gargalhadas o tempo oportuno me deixou no vazio. O céu noturno surge entre as nuvens, lembro-me, que coloquei os braços em volta de você. E eu ainda posso sentir meu coração palpitando, naquele momento que você alegremente tocou nos meus ombros e girou em torno de mim parando na minha frente, que resposta, que coragem. E agora me vejo sem você.

Um erro pequeno, que transformou em grandes dores. Você foi o meu primeiro amor. Perdoe-me! Não importa se você conquistou o meu coração a ponto de colocar entre as suas mãos. Não importa se você sabe tudo sobre mim, as minhas falhas e sardas. É dificil esperar!

O problema é comigo. Você deixou seu aroma em todos os lados da tenda e o gosto do teu lábio em todos os centímetros do meu corpo. Sua linda imagem paira na minha mente, os olhos piscam em minha direção, como forma de risos, sorrindo, como um sonho em ter você em minha tenda.

Eu quero deixar você ir. Eu preciso. Meu coração agora é meu, ultimamente ele não tem batido como convém, pois quando bate uma ressonância poética e rítmica, sussurra o seu nome. Mas o problema não é o meu coração. O problema é comigo - porque sinto você em todos os lugares.

Eliezer está chegando, e eu vou embora. Fora desta tenda e esta cidade. Até então, eu estarei vendo você em todos os antigos lugares que conhecemos juntos... "

Com amor,
Isaque, filho de Abraão.

Vi no Essa Vida Real da Kleidianne Nogueira

3 comentários:

  1. Desculpaí a ignorância mas eu não entendi nadicadinada. Li e reli mas T&T ficaram muito confusos rss e não captaram a mensagem dessa linda carta de amor:P

    Me enrolei toda com esse véu na carruagem (Ou é na tenda?) e com esse papo sinistro de camelo no deserto.

    E Eliéser num tá mais com a Cacau, não?

    Me ajudaí!

    A propósito: esse "mais" do primeiro parágrafo, é advérbio de intensidade, falha na digitação ou o quê?

    Tô aqui tonta :)

    ResponderExcluir
  2. Também não entendi... fui à Bíblia e não pesquei o que o nobre escritor quis dizer...

    Agradeceria esclarecimentos !!

    Deus os abençoe.

    Eberval.

    ResponderExcluir