13 de julho de 2010

Perder-se no trânsito é a maior causa de brigas durante o percurso numa viagem de carro


Eu que sou crente não passo por estes problemas... só os outros...

Nova pesquisa confirma o que nós já sabíamos – perder-se durante um trajeto de carro é um dos maiores “gatilhos” de discussões familiares.

Quase dois terços dos pesquisados disseram que as brigas começam devido o pouco conhecimento do percurso, onde 80 % das mulheres se queixam que os parceiros não se dão ao trabalho de verificar previamente o itinerário, enquanto a proporção para os homens é de 65%. Mais de 85% das pesquisadas alegam o irritante hábito masculino de se recusar a pedir informações sobre os locais de destino.

A 2ª causa maior das discussões de motoristas são a continuidade das discussões familiares no trajeto de destino, após sair de casa, afirma o levantamento da Halfords. Em 3º lugar na lista de coisas que mais irritam no trânsito são as queixas das crianças sobre a demora em chegar, e em 4º, a forma em que o motorista está conduzindo o veículo.

A lista ainda incluem os motivos mais inusitados, como condições da estrada, engarrafamentos, e até a escolha da música. Quase sete em cada 10 (dos 2200 entrevistados) admitem terem discutido no carro pelo menos uma vês por mês, enquanto um em cada cinco garantem de evitaram discussões todas as semanas.

“Enquanto não temos projetos para auxílio nesta área familiar, podemos oferecer outras soluções de trânsito” afirma Paul McClenaghan, diretor comercial da Halfords. “Com nossa linha sistemas de navegação, a argumentação sobre péssima direção e constantes perdas de trajetos nos mapas serão coisas do passado”.

4 comentários:

  1. Dentro do carro, um trajeto longo e enfadonho, marido, crianças, quem sabe a sobra, o papagaio.

    A terapia familiar sem mediador é inevitável!!

    Lembrei do seu texto sobre tio Noé, e tudomundojuntomisturado dentro da arca.

    Há quem fique asfixiado, garanto.

    ResponderExcluir
  2. Quando tive no Rio em fevereiro, minha irmã e meu cunhado se estressaram e eu mais ainda, porque eles simplesmente ñ sabiam chegar na casa de um amigo que frequentam a uns 10 anos. Me fizeram ficar dirigindo em circulos por quase 1 hora... Ninguém merece!

    ResponderExcluir
  3. "Blogterapia"...TODO TERAPEUTA É CONFUSO. VOCÊ DEVIA SER UM!RSRS

    ResponderExcluir
  4. Se eu tivesse um GPS quando estava casada, talvez nao seria divorciada... tudo tem um propósito!!! kkkkkk

    ResponderExcluir