20 de novembro de 2010

Mil desculpas - Algo sobre perdão - ao Cubo


Todos os dias, isso se repete pelas ruas do mundo. Nesse momento, um pobre desgraçado é entulhado longe da sociedade, para pagar pela dor que causou, para que alguém se sinta justiçado, vingado.

Quando Jesus disse que era para perdoar, falava deste tipo de perdão: daquele que não tem como ser desculpado, mas se você não o fizer, certamente ficará prisioneiro de sua magoa.

Quanto a mim, não estou sendo conselheiro: não posso afirmar que seria capaz disso. Certamente, sou muito mais capaz de odiar, pois, só de imaginar alguém tirando a vida de alguém que amo, já sobe as pontadas da mágoa.

Difícil é ser cristão.