23 de junho de 2011

Fala paletó!


Sinais dos tempos.

Quero crer que a letra acima - que acredite, meus filhos adolescente tem no celular, e ouvem com frequência(sem fone, claro), talvez para me aborrecer... - já não deve mais fazer parte do entendimento das lideranças cristãs.

Ouvi certa vez a seguinte argumentação:

O altar do Senhor é Santo, lugar de reverência. Não se pode estar de qualquer maneira. Em um Fórum não se entra de bermuda, em uma audiência com Juiz de Vara ou em um casamento, é obrigatório o uso de roupa social. Ou seja, para cada situação, há uma determinada roupa.

E por que na casa do Senhor seria diferente? Alias, Elias era conhecido por suas vestes. Os sacerdotes do Antigo testamento também usavam uma roupa diferenciada.
O argumento é válido? Em que ternos estão as Palavras de quem Deus usou para salvar alguém da angústia? As roupas sacerdotais - que nunca foram terno ou gravata - ditavam a autoridade neles? E João? Sendo ele sacerdote por direito - ele era filho de um levita, diferente de Caifás e Anás - ministrava seus batismos longe do templo, no deserto, com sua estola sacerdotal feita de pele de bicho, bem diferente do Umin e Tumin usual...

Eu sou templo, pois o lugar sagrado em Jerusalém ficou com o véu rasgado quando foi consumado certo sacrifício de cruz.

Foi em frangalhos que Paulo pregou a grandes governantes, e Jesus falou a governadores quando estava coberto de hematomas, cuspe e humilhação.

O costume de uso de ternos e gravatas (além dos já abolidos chapéus) foi trazido pelos evangelistas europeus há décadas atrás, que usavam a vestimenta devido o clima gelado de onde vinham, e jamais em um clima tão quente como no Brasil.

Enfim, não demorou nada para que associássemos o uso das chamadas roupas "sociais" com a pregação válida, a ponto da inversão dos valores serem aplicadas, e hoje ainda, o paletó fala mais que o sujeito que o veste.

3 comentários:

  1. "O costume de uso de ternos e gravatas (além dos já abolidos chapéus) foi trazido pelos evangelistas europeus há décadas atrás, que usavam a vestimenta devido o clima gelado de onde vinham, e jamais em um clima tão quente como no Brasil."

    Você já disse tudo. Pra que comentar mais???

    Haha!

    Paz!

    ResponderExcluir
  2. SE OS PALETÓS FALASSEM TUDO O QUE ACONTECE, QUEM SABE HAVERIA MENOS MENTIRA PREGADAS.

    ResponderExcluir
  3. PoiZÉ...

    Sem falar que tem cada paletó brega...

    ih ih ih

    ResponderExcluir