8 de junho de 2011

Oscar Wilde poderia ser twitteiro...


Após ler as máximas dele, imaginei-o no Twitter, e como não sou muito dado a seguir celebridades, abriria certamente essa excessão. Abaixo, algumas das razões para eu ter mudado de ideia:

As mulheres foram feitas para serem amadas e não para serem compreendidas.

A mulher que não sabe tornar agradáveis os seus erros não passa de uma fêmea.

As piores coisas são feitas sempre com as melhores intenções.

O fato de um homem imolar-se por uma ideia não prova de forma alguma que ela seja verdadeira.

Desconfiem de uma mulher que confessa a sua verdadeira idade. Uma mulher que diz isto poderá dizer qualquer coisa.

Podemos resistir a tudo exceto às tentações.

É fácil convencer aos outros. É muito difícil convencer a nós mesmos.

Um pouco de sinceridade é algo perigoso, muita sinceridade é absolutamente fatal.

As mulheres estragam qualquer caso de amor com sua intenção de perpetuá-lo eternamente.

É difícil não sermos injustos com aquilo que amamos.

O homem pode acreditar no impossível, mas nunca acreditará no improvável.

A única diferença que existe entre um capricho e uma paixão eterna é que o capricho é muito mais duradouro.

Hoje em dia conhecemos o preço de tudo e o valor de nada.

A experiência não tem valor ético. Ela é apenas o nome que o homem dá a seus próprios erros.

O eco é amiúde mais lindo que a voz que ele repete.


Encontrei a coletânea vagando pela net e deparando com o Sítio do Júnior