13 de junho de 2011

Promessa - Vou Voar



Eu sei. Talvez não seja seu estilo. Azar o seu precisar ter estilo e não ter liberdade para ouvir qualquer música sem preconceitos. Já passei por isso, e espero não ter que voltar...rs

Conheço a história dessa canção: o autor - e também cantor (lembra Jessé, que devido a influência de papai, eu também gostava). Ele mesmo conta que ela foi escrita em um momento de muita tristeza.

Curioso constatar que um coração contrito faça alguém cantar com tanta alma.

4 comentários:

  1. Depois q meu pai faleceu, em 2002, minha mãe vivia escutando esse 'hino' cm ela diz...rs. Certa ela, eh um hino mesmo. Lembro de estar em outro cômodo, ela começar a cantar e a voz sumir logo na primeira estrofe... estranho essa mistura de esperança (reecontro) e saudade.

    Interessante quando a gente pensa q ele não vai alcançar com a voz a última estrofe pq sobe o tom, eu sempre acho q ele n vai conseguir apesar de saber q vai...rsrsr

    ResponderExcluir
  2. nossa...foi no fundo do baú hein?

    ResponderExcluir
  3. Oh, Zé, que felicidade! Enfim vc acertou no gosto musical... rsrs.

    MANO, esse louvor é maravilhoso. Você acertou em cheio. Precisamos de louvores assim em nossos dias... músicas que glorificam Deus e não o homem... músicas onde Cristo é o centro e não o homem.

    Grande abraço, irmão. Paz do Senhor!

    ResponderExcluir
  4. Essa música é da minha adolescência...

    Uhuuuu... Ter treze anos...

    Esse cantor esteve por aqui nessa época,em um evento da AD em Parnamirim.

    ResponderExcluir