29 de julho de 2011

Como as coisas são, como são utilizadas

amarga realidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário