23 de julho de 2011

A Hora do Salvador


Não...não é meu estilo de som.

Sim, sei que esse grupo - A Voz da Verdade - defende o Unicismo, teologia reprovada por gente séria.

Mas a letra bela e simples fala muito mais que muito hit gospel da moda. Conheci a música bem antes de saber que quem é a compôs era abominação aos olhos dos estudiosos da Palavra.

Mas fala sério: a letra é bacana!

4 comentários:

  1. "teologia reprovada por gente séria" Se esses teólogos fossem realmente sérios, estudariam melhor a Bíblia e veriam que a palavra de Deus é clara. E deixariam de abominar o cantor e compositor dessa música maravilhosa, que por acaso é o meu pastor.
    O nosso ministério prega e vive o que a Bíblia diz, ao contrário de muitos teólogos que se dizem sérios e que por muito estudar acabam falando coisas que não condizem com a Bíblia.

    ResponderExcluir
  2. Por que todo mundo que quer protestar - na maioria dos casos - não se identifica?

    Sr(a) anonimo(a)?, da igreja Voz da Verdade (Santo André?):

    Tenho UM leitor APOLOGISTA que vê no UNICISMO desta igreja algo REPROVÁVEL, o que concordo: creio no Deus Trino.

    Veja bem: nos dias de hoje, as bobagens evangélicas se multiplicaram de tal forma que o Unicismo já nem é tão escandaloso. Basta olharmos os neo-apóstolos, patriarcas, querubins da igreja(e não mais anjos), bíblias de 900 reais, e por aí vai.

    Quanto às músicas: minha comunidade já as cantava bem antes de eu ingressar nela, a mais de 15 anos, e não havia risco nem dano em adorar o Senhor através delas. Ao contrário: ainda sou muito abençoado.

    Fica em paz

    ResponderExcluir
  3. No auge da minha juventude - já faz algum tempo - eu frequentava a finada livraria Canaã em Santo André, cujos proprietários eram a família Moysés, da igreja Voz da Verdade. Conheci o pessoal e tenho todos os discos deles, tanto vinil quanto CDs, e apesar de também não ser meu gosto musical atualmente, guardo essa coleção com muito carinho.

    O fato é que, quando tive problemas, dúvidas e outros anseios em minha relação com Deus, foi o pastor Carlos Moysés quem me recebeu na sala de estar de sua casa para me aconselhar, e não o pastor da minha igreja, que só me dizia frases como "se sua mão te faz pecar, arranca e joga fora", ou "vai ficar 3 santas ceias sem participar".

    Então, apesar de concordar na existência do Deus trino, acredito que o erro da doutrina unicista é a mesma de tantas outras doutrinas: a de querer ENTENDER Deus. Deus não se entende, a Deus se obedece, a Deus se adora, se reverencia, se crê.
    Na cabecinha deles, acreditar que o Pai, o Filho e o Espírito Santo não são 3 pessoas, mas uma só: Jesus, é a maneira mais fácil de se relacionar com Ele. Fácil, mas equivocada.

    Pelo menos, esse pessoal crê que Jesus É Deus, e isso os faz estar anos-luz a frente de muitos evangélicos de hoje.
    Vejo o unicismo como um equívoco, uma tentativa de fazer Deus caber no nosso intelecto, mas não deixo de amar essa galera como meus legítimos irmãos, e como o Zé disse, eles tem letras muito bacanas, inclusive a canção tema do CD Espelho me trouxe um quebrantamento legítimo em uma época sombria da minha vida.

    Desculpe por me alongar tanto!

    ResponderExcluir
  4. A letra dessa canção é realmente muito bela. E tenho que confessar - a melodia também. Também concordo com o Zé em relação a turma do neo. É tanta bizarrice (caspa de ouro, cuspe ungido, unção do bilau, bíblia de 900 reais, etc) que eu nem sei o que é pior.

    Quanto ao nosso irmão Claudio Marcio aí em cima... bem, Deus sabe de todas as coisas (ops, chavão gospel! rs). Se o pastor dele dizia que iria ficar sem tomar 3 santas ceias, enquanto o Carlos Moysés passava mel e jogava confete de chocolate... hã, tem coisa aê. Sem querer julgar antecipadamente, nenhum pastor sai por aí dizendo "vai ficar sem ceia" por coisa pouca. A não ser que seja um pastor legalista imbecil!

    Grande abraço, Zé Luis

    ResponderExcluir