5 de fevereiro de 2012

Zeitgeist: mais uma palhaçada para leigos


Um amigo meu, há mais de uma década, apontou para um fato: na época, a revista Superinteressante, lançava periodicamente em sua capa temas que questionavam a fé cristã: "isso alavanca as vendas, os crentes compram às pencas só para mostraram-se indignados com a série de erros crassos de argumentação e com os pseudos especialistas de momento".

Algum cristão acessaria site de ateu se o assunto não fosse relacionado a religião?

Todas as evidências apresentadas no tal documentário não necessitam de nenhum profundo especialista para serem refutadas. Apenas serve para gerar naquele que tem a fé "capenga" o argumento necessário para viver acreditando em si próprio e suas percepções pessoais, como feito em Babel.

Se o assunto tem haver com fé, para que buscar informações com aquele que não a entende?