21 de julho de 2012

10 livros não incluídos na bíblia


Você sabe o que são os apócrifos? Aqueles livros "bíblicos" que não foram incluídos entre os 66 que formaram as chamadas Escrituras Sagradas .

O Novo Testamento é uma das obras mais influentes do últimos dois milênios. Foi através desses escritos que a maior religião do mundo ocidental moldou o nosso mundo de muitas maneiras sutis. Mas a lista dos 27 livros que hoje conhecemos como o Novo Testamento se uniram gradualmente através de uma série de Concílios até que os livros se tornassem consenso para a maioria dos cristãos.

Esta lista mostra 10 dos livros mais interessantes não incluídos no Novo Testamento. Alguns foram excluídos por razões óbvias, outros provavelmente não serem de aceitação popular, até ser desenterrado em alguma biblioteca particular em meia a milhares de itens, anos mais tarde. Alguns ainda mostram certa obscuridade, e outros ainda não entraram no Canon sagrado dos cristão por um ou outro detalhe não justificável.

A forma em que o Novo Testamento foi composto é algo que, ainda hoje, beira a obscuridade, não havendo informações exatas sobre os critérios para a escolha de uns e descartes de outros.

Esta lista não é destinada a validar ou desacreditar a credibilidade de qualquer livro em particular, mas para fornecer algum contexto para a criação do Novo Testamento.

* Como o Novo Testamento é resultado da opinião ortodoxa da época, foram excluídos textos gnósticos desta lista.


10 - Apocalipse de Pedro

O Apocalipse mais conhecido (livro que descreve as visões do fim dos tempos) é, naturalmente, o Livro do Apocalipse de São João (ou comumente chamado de “Livro das Revelações”), mas nem de longe era o único a ser lido pelos primeiros cristãos. Um dos mais populares e amplamente divulgado foi o Apocalipse de Pedro, escrito em forma de diálogo entre Jesus e seus seguidores. Basicamente, descreve coisas horríveis que acontecem no inferno e as maravilhas que se sucedem no céu, além de apresentar muitos detalhes sobre as punições cabíveis para aqueles que padecem no inferno: Aqueles que são blasfemos são pendurados pela língua, homens e mulheres adúlteras são pendurados pelos cabelos e pés, respectivamente, em óleo fervendo, assassinos são lançados em um abismo com terríveis répteis.

Enquanto isso, os que vão para o céu cantam canções, revestidos em belos corpos, pele incorruptível, vestimentas resplandescente e cheiro agradável.

9 - A Epístola de Barnabé

A Epístola de Barnabé é um livro escrito entre 70 e 130 d.C.. Sabemos que o conteúdo foi escrito após a destruição do templo de Jerusalém, mas antes da rebelião judaica em 132. Ele foi muitas vezes atribuído a Barnabé, companheiro do apóstolo Paulo, mas pode ter referenciado a um outro Barnabé. Este livro coloca-se diretamente entre os debates da época, sobre a relação do cristianismo com o judaísmo. Ele rejeita o valor dos ensinamentos anteriores, no judaísmo, e rejeita todos os aspectos cerimoniais do judaísmo.

A Epístola estabelece interpretações completamente diferentes da Torá que, alega o livro, apontam para a validade do Cristianismo. A Epístola de Barnabé cita um monte do Antigo Testamento, além de Enoque, um dos livros mais fascinantes não incluídos no Antigo Testamento, mas isso fica para outra lista.

8 - Evangelho da Infância de Tiago

Sabemos por várias referências iniciais de que os quatro evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João) foram totalmente escritos logo no início da história cristã, muito mais cedo do que os outros 23 livros. No entanto, isso não impediu a criação e disseminação ainda generalizada de outros evangelhos. O interesse na vida – e não só no ministério - de Jesus foi compreensivelmente intensa no mundo cristão primitivo. Todo um gênero de evangelho foi criado especificamente para lidar com a infância de Jesus, chamados apropriadamente de “os evangelhos da infância”. Um dos mais famosos é o “Evangelho da Infância de Tiago”.

Este livro atesta a importância de Maria para os primeiros cristãos, descrevendo seu nascimento original, sua adolescência e, claro, os primeiros anos da vida de Jesus. Faz afirmações sobre a virgindade perpétua de Maria e do envolvimento de Deus na escolha de Joseph. O livro descreve em detalhes o genocídio de crianças por Herodes em Belém, o exílio inicial de Jesus no Egito e paralelos entre o crescimento do messias e seu primo, João Batista. O livro apresenta uma diferença:o nascimento de Jesus ocorre em uma caverna.

7 - Pastor de Hermas

Provavelmente um dos livros mais obscuros para os leitores modernos, embora tenha sido um livro com grande influência nos dois primeiros séculos do cristianismo, muito conhecido para os primeiros cristãos, e muito popular nos séculos 2 e 3, embora quase caiu inteiramente no esquecimento pelo quarto século. O “Pastor” foi referenciado por muitos Pais da Igreja, como Orígenes, Tertuliano, Irineu e Clemente de Alexandria, embora, já na época, fosse considerado muito controverso.

Era usado como escritura sagrada por algumas igrejas primitivas, e desprezado por outras. Orígenes cita como escritura, mas Tertuliano e Clemente de Alexandria considerá-lo como texto herético. No entanto, foi influente para muitos e, portanto, deve ser observado. O Pastor de Hermas é um livro alegórico, escrito – quase todo - na primeira pessoa, descrevendo as visões de Hermas, um ex-escravo. Também inclui 12 mandamentos e 10 parábolas, direcionadas principalmente no trato com a ética cristã e a importância de ser fiel.

6 – 1ª de Clemente

1ª de Clemente é uma das duas cartas (mais uma vez para a igreja em Corinto) atribuída ao Papa Clemente de Roma. O primeiro é realmente acreditado por muitos estudiosos como um dos primeiros não-canônicos escritos cristãos que foram escritos pelo autor atribuído. Isso por si só torna uma raridade entre os primeiros textos cristãos. Era bem aceito na época e é influencia em várias listas finais de importantes textos cristãos. Junto com a Didaqué, é um dos primeiros livros escritos que, eventualmente, tendo todos os possíveis pré-requisitos, não foram incluídos no Novo Testamento, mesmo sendo datado em cerca de 95 d.C.

O livro, em si, foca nos conflitos da disputa na Igreja de Corinto, e sobre a remoção de vários líderes da igreja, além da uma remoção de objetos pessoais de Clemente.

5 - Evangelho de Tomé

Eis um dos livros mais famosos não incluídos no Novo Testamento. O Evangelho de Tomé não é um livro que foi passado através dos tempos pela tradição, como os outros, mas foi redescoberto como parte da Biblioteca de Nag Hammadi, em 1945. Não temos nenhuma evidência que tenha sido amplamente lido pelos primeiros cristãos e as poucas referências se referem a ele como herético. O Evangelho de Tomé é interessante pela diferença da estrutura em relação aos quatro evangelhos tradicionais: é uma coleção de ditos atribuídos a Jesus, em vez de uma narrativa da vida do Mestre, que inclui alguns dos seus ensinamentos. O Evangelho de Tomé foi um dos livros mais estudados e não incluídos no Novo Testamento, devida a forma que foi redescoberto, e a natureza de seu conteúdo interessante. Ao contrário dos evangelhos narrativos, este livro não menciona a morte e ressurreição de Jesus, mas concentra-se, em vez disso, nos ensinamentos, e como eles nos levam a vida eterna, quando adequadamente compreendida.

4 - A Didaqué

A Didaqué ou "doutrina do Senhor dos Doze Apóstolos" é um dos “apócrifos” mais apreciados pelos estudantes da área. A Didaqué é, basicamente, um “passo-a-passo” para uma vida cristã:

A primeira seção é sobre como os cristãos devem aplicar os mandamentos de Deus. A segunda seção trata dos Sacramentos (Batismo, Eucaristia e jejum). A terceira é sobre a estrutura da Igreja.

A Didaqué foi seriamente considerada para inclusão no Novo Testamento por alguns, nos primeiros dias da Igreja Cristã. É fascinante imaginar como este livro teria afetado as divisões nas igrejas que surgiram ao longo dos próximos 2000 anos. Argumentos sobre o Batismo e a Eucaristia (ceia), principais pontos de divisão, teriam sido drasticamente alteradas se este texto tivesse sido incluído. Regras para esses ritos principais - os únicos realmente obrigatórios - incluídos no cânon poderiam ter impedido alguns dos mais drásticas cisões, ou criar outras piores.


3 - Epístola perdida aos Coríntios


1ª e 2ª carta aos Coríntios, é claro, são os pilares principais das epístolas de Paulo no Novo Testamento. Estas cartas são a base da Ética Cristã e da importância de Paulo, mas havia outras cartas entre Paulo e a Igreja em Corinto. A primeira aparentemente foi escrita antes de 1 Coríntios e é referenciada por Paulo em 1 Coríntios 5:9 "Eu escrevi para você em minha carta (anterior) para não se associar com pessoas sexualmente imorais."

Nós se tem evidências desta carta ter sido escrita a partir desta referência . Seria fascinante ver a outra correspondência onde Paulo exorta aos moradores cristãos de Corintho, mas esta é aquela informação provavelmente perdida para sempre. Isso nos leva a ...


2 - Terceira carta aos Coríntios

Em segundo lugar dessa lista, está a Terceira Epístola aos Coríntios. Esta carta sobreviveu e foi incluído em algumas listas iniciais de documentos sagrados, mas por volta do século 4, não foi considerada válida. Ao contrário das 1ª e 2ª Epístolas, e é considerada pela maioria dos estudiosos ter sido escrita por alguém que não Paulo. A 3ª carta, em sua maior parte, trata de corrigir a interpretação dos dois primeiros livros e, provalvelmente foi escrita na intenção de advertir os considerados hereges.

1 - o Documento Q

Quem diria que o “apócrifo” mais bem cotado para a primeira posição não tem prova de existência, embora seja óbvio que foi a matriz de todos os outros evangelhos sínóticos.

Um livro que não tem nenhuma evidência sequer que existe. O suposto documento Q é um evangelho de hipotéticos ditos, que explicaria as semelhanças entre os três evangelhos sinóticos: Mateus, Marcos e Lucas. Sua existência foi postulada pela primeira vez em 1900 pelos estudiosos que tentam compreender a semelhança entre os três livros. Todos os três Evangelhos compartilham histórias, frases e citações diretas. Algumas passagens surgem entre dois, e alguns entre as três, mas nenhum livro contém todas as semelhanças. Marcos tem mais em comum com Mateus e Lucas, mas há partes de Mateus e Lucas que não estão em Marcos. Além disso, cada livro contém trechos únicos, que não estão em nenhum dos outros livros. Isso torna difícil determinar qual deles foi escrito primeiro, em relação aos outros.

Diferente de hoje, não havia tradição em referenciar origens estritas ao escrever. A hipótese Q afirma que haveria um quarto evangelho, originando todos (complementando partes que faltam de São Marcos) do material semelhante ao utilizado nos três evangelhos. Este documento teria sido amplamente difundido em toda a Igreja cristã primitiva, sendo esta a fonte de material para a criação dos evangelhos sinóticos. Tudo isso são hipóteses, já que não há uma cópia (parcial ou completa) deste livro, nem a este evangelho misterioso, em qualquer primeiros escritos cristãos. O debate “hipótese Q” ainda é intenso nos círculos de estudo nos dias de hoje, incluindo muitos estudiosos que fizeram carreira em cima do assunto, tanto em apoio como em oposição à sua existência.

Adaptação e tradução: Zé Luís


29 comentários:

  1. Não apoio a exclusão desses livros. Nós leitores da bíblia poderíamos concluir pessoalmente que não fazem sentido, se Fr o caso. Assim dá para pensarmos que há segredos escondidos. Eu, em particular, passo a ler a bíblia com consciência de que faltam partes dela, e, isso pode desanimar as minhas leituras. Não gostei da atitude desses compositores das escrituras "sagradas".

    ResponderExcluir
  2. Tem como baixar esses livros excluidos da biblia como faço ? Por favor me ajudem olha meu face lazaro.cardoso obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre uma Bíblia católica. Tem 7 deles.

      Excluir
    2. na Biblia catolica nao sao esses livros n cara nossa como vc é burro !!

      Excluir
    3. NÃO LEIA A BIBLIA CATOLICA, POIS FORAM o vaticano QUE OS RETIROU,,

      Excluir
    4. Amigos.... precisam estudar muito antes de postar ou mesmo escrever artigos como este. Em primeiro lugar, e preciso salientar que o autor esqueceu de mencionar que os protestantes é que retiraram livros do velho testamento. Depois que o canom biblico foi fechado apenas no seculo IV PELA IGREJA CATOLICA. baseado na tradição apostolica, onde faz parte as Cartas de Clemente, o Didaque e o apocalipse de Pedro (que fazia parte do canon inicial mas que foi substituido pelo de João nesse concilio).E importante salientar que o canom biblico é considerado inspirado pela Igreja, mas juntamente com a TRADIÇÂO APOSTOLICA que lhe deu origem. Outa omissão é o motivo de ser instituido um canom no seculo IV. O motivo é o surgimento justamente de escritos que não estavam de acordo com a doutrina dos apostolos transmitida pela tradição apostolica e que tinham sua origem duvidosa... a maioria influenciados por doutrinas gnosticas, seita claramente condenada por Paulo em suas epistolas.

      Excluir
  3. Como posso baixar esses livros me ajudeem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre uma Bíblia católica. Tem 7 deles.

      Excluir
  4. Tem como baixar esses livros excluidos da biblia como faço ? Por favor me ajudem olha meu face lazaro.cardoso obrigado

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber se tem como baixar esses livros de alguma forma e se existe outra forma de adquirir esses livros

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de saber se tem como baixar esses livros de alguma forma e se existe outra forma de adquirir esses livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro de enoque voce baixa em pdf. é só pesquisar no google.

      Excluir
  7. Gostaria de saber se tem como baixar esses livros de alguma forma e se existe outra forma de adquirir esses livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voce vai encontra a maioria na livrarias Paulus.

      Excluir
  8. Nossas mentes sempre vai querer . O que tem de incompleto na bíblia? A Bíblia é um manual de como adorar a Deus, ser um bom cristão e como chegar ao céu. Se a leitura ta se tornando incompleto para algumas pessoas, é pq ela deixou de ser pra elas um manual de vida pra ser apenas um livro de história, onde vai satisfazer seus desejos arqueológicos. Provavelmente quem passaram por esse concelho para fazer essa "retirada" ou não incluir desses livros da Bíblia, foram pessoas que hj dariam 10 a 0 em conhecimento religiosos do muito de nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo! Concordo!
      "Basta uma Palavra só e serei salvo"
      "Voces já estão limpos pela Palavra que eu tenho proferido"
      "Minha graça te basta pois meu poder se aperfeiçoa na sua fraqueza"
      Estou citando mais ou menos conforme lembro mas quem quiser jogar cada um dessas frases no Google e acrescentar a palavra chave "bíblia", e ler o contexto vao ver como a biblia por si só ja traz o conhecimento e o alimento espiritual que precisamos.
      Amemos a Deus acima de todas as coisas de todo nosso entendimento e com todas nossas forças e ao próximo como a nós mesmos e creio que a partir disso cumpriremos a vontade de Deus negando a nós mesmos a cada, carregando nossa cruz e cumprindo a vontade do nosso amado Pai.
      Deus é amor, não esqueçamos o principal... As vezes nos preocupamos tanto com detalhes que esquecemos a própria essência, valorizamos tanto o desconhecido que mao reconhecemos aquilo que tem valor e ja temos acesso gratuito, que possamos amar e obedecer ao Senhor Jesus Cristo de coração e sinceridade e fazer a vontade Dele para honra e gloria do Pai e alegria e satiafacao da nossa alma, em nome de Jesus. Deus abençoe a vida de quem estiver lendo isso é dê discernimento e sabedoria para fazer a vontade de Deus do Espírito Santo e nao da sua própria carne porque da carne não tiramos proveito algum mas pelo Espírito caminhamos para a vida eterna e geramos muitos frutos, me incluo também porque sou ser humano igual a você e estamos juntos nessa caminhada da vida! Deus abençoe a vida de quem estiver lendo em nome de Jesus! Amém! Que tuso seja para honra e glória do Senhor!

      Excluir
    2. Alguns que em reuniões canônicas decidiram quais livros fariam partes da biblia e quais não iriam fazer, nem mesmo passaram por seminários ou mosteiros, pois os papas daquela época eram escolhidos politicamente, dependia do poder que tinham, nem religiosos eram, tinham varias mulheres e filhos, e estes foi os que faziam parte do conselho, tiraram os livros por vontade propria, decisões políticas que dominava aquele povo, estudem mais de como era formado estes povos, que em nome da religião mataram muitos queimados, enforcados e afogados, alegando que eram hereges.

      Excluir
    3. Tiraram para esconder muitas verdades que não queriam que soubéssemos, se nem lê a biblia podia, só eles tinham esse poder...

      Excluir
    4. Nem tudo que vemos desejamos nos convêm .. a Coisas Só Deus sabe e se ele não nos deu a oportunidade de saber e pq ele sabe de todas as coisas .. so ele sabe o passado presente e futuro que adianta saber de coisas sendo que as coisas só acontecem quando Deus determina a hora Certa , então isso não cabe a nós ... a bíblia não podia ser lida pois a verdade libertaria e veria que não necessidade de adorar imagens pagar dinheiro para obter a salvação .... mas nesse caso nosso único e tomar posicionamento perante a fé que aceitamos que foi que Cristo morreu por nós ! e esperar no S
      enhor ate a hora de sua volta

      Excluir
  9. Irmãos, sejam um pouco mais humoldes de coração e aceitem uma verdade que já existe há 2017 anos, foi a Igreja Católica a autora do novo testamento, imagine você o trabalho que deu para esses evangelhosão serem organizados, tudo em cima de pesquisas, registros históricos e muito mais, para hoje ser conhecido por todos, Católicos e Protestantes, agradeca por Deus ter permitido que vc hoje conhecesse essa palavra e Jesus nosso Salvador,fiquem em paz, Deus os abençoe e salve Maria. Amem irmãos?

    ResponderExcluir
  10. Quem fechou a Bíblia foi o Rei constantino que adorava o deus do Sol, e ele é um dos fundadores da igreja Católica, que é uma igreja fundada com doutrinas de demônios, será que a única coisa que o Rei Constantino fez de errado foi a igreja católica ou falta livros na Bíblia? como livro de Enoque, Evangelho de Moisés, Evangelho de Davi, Estes livros somo muito no conhecimento para servir a Deus e são livros de homens de Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem fundou a igreja católica foi Pedro. ..Até tudo bem mais de pois de 300 anos o imperador Constantino não conseguiu dominar a igreja se aliou a ela foi aí mistura cristianismo com pagando até nos disse de hogem

      Excluir
    2. Isso quer dizer segundo voce que depois de Constantino Ninguem se salvou , ja que a unica Igreja existente era a Catolica (Latina ou Grega) e que somente houve salvação a partir de Lutero. Ou seja....voce esta dizendo que Jesus fracasou e precisou da reforma para dar um jeitinho

      Excluir
    3. Ora, pesquisem mais. Leiam mais e verão que Jesus fundou a sua Igreja. Ele não fundou o sistema católico romano nem o sistema evangélico, nem nenhuma outro outro sistema religioso que existe atualmente. Quem fez pelo menos o ensino médio, sabe a história do sistema religioso romano que que queimou bíblias e queimou seres humanos. Constantino fez apenas uma reforma, pois ninguém poderia consertar completamente tanta podridão. O sistema evangélico saiu do romano, mas saiu carregando muita coisa podre sem base bíblica. Atualmente, o sistema evangélico em alguns pontos é igual á mãe católica, em alguns é melhor é em outros é até pior, quando deveria ser em tudo melhor. Todas as denominações religiosas sem exceção são invenções de homens para causar divisão na Igreja de Jesus. Com certeza, Jesus não aprova nenhum desses sistemas religiosos. É idiotice defender qualquer um desses sistemas corruptos, falsos, que adulteram a palavra de Deus para enganar as pessoas.Que em nome de Deus roubam e enganam as pessoas. Hoje eu fico apenas com Jesus e longe de qualquer denominação religiosa. Vejo que Jesus é muito melhor do que o sistema prega. É muito simples. Leia Atos dos Apóstolos e compare a verdadeira Igreja de Jesus com tudo isto que existe hoje. E conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará. João 8:32

      Excluir
  11. tenhe lido algumas vezes a biblia ja e muito dificio entendela assim quando mas com outros livros escondidos

    ResponderExcluir
  12. A palavra de Deus está dentro de ti. Procura a Deus no teu íntimo e ele te purificará, assim cumprirás os Seus Mandamentos e o Seus espírito te acompanhará e te abrirá entendimento. Não te desvies por causa da vaidade dos olhos ou falta de humildade de reconhecer as limitações, pois mesmo com todos os livros juntos estaremos derrotados e confusos se Deus não fizer parte da nossa vida, mas o contrário nos leva a certeza de que com Ele o que estiver em falta será completado, o escuro e confuso será tornado claro... !

    ResponderExcluir
  13. adoro e amo a DEUS, amo a SANTA MARIA MÃE de DEUS JESUS, sou Cristão Catolico Apostolico Romano Igreja de JESUS CRISTO fundada pelo apostolo Santo Pedro Simão primeiro Papa da Igreja Catolica Apostolica. Essas informações são impotantes. É importante para mim tmbem que amo meus irmãos cristãos catolicos e tambem meus irmãos cristãos evangelicos.

    ResponderExcluir