29 de outubro de 2012

Quarta-feira de cinzas

por Zé Luís

Data católica, indica o início da Quaresma (quarenta dias antes da Páscoa, sem contar os domingos). Esse dia que dá inicio a um período de reflexão sobre nosso lado mais perverso.

Coincidentemente, a tal quarta-feira(sempre se inicia nesse dia, apesar de variar nas datas) culmina no dia posterior no fim dos dias da Festa de Baco (claro: uso aqui o nome pagão inicial, onde a chegada da primavera, com todo seu romance e sensualidade era crido como influência do deus grego do vinho e orgia). Você deve conhecer esse período por outro nome, como “festa da carne” ou simplesmente “carnaval”.

Todos os anos, milhares de pessoas se programam para um período de pecado, como se estivessem liberados, e depois o período de resguardo e espiação por esses atos, refletir nas burradas feitas, onde muitos adolescentes colherão seus bebês – ou abortos – após esse período, muitos ficarão pelas estradas, envolvidos com a combinação alcool-volante, outros tantos perecerão com a violência que abunda entre os que andam nesse meio (nem só de sexo sobrevive o pecado).

Hoje, segunda-feira, dia 29 de Outubro, será “quarta-feira de cinzas” para alguns pastores profetas. Conheço alguns, e você certamente, se deixa sua TV escancarada, vomitando todo tipo de lixo, deve ter ouvido sobre alguns deles.

Estou orgulhoso de meus irmãos.

Esses cretinos, que abandonaram sua nobre missão de repercutir o Evangelho para príncipes e princesas, os lavados e remidos pelo próprio Deus, a troco de manipulá-los, em prol daquele que pagar mais, ou der maior projeção nos meios de comunicação, o que representa mais ganho, mais dinheiro.

Esses homens (alguns, um dia, me pareceram realmente sinceros em seus sermões e suas opiniões em outras áreas – já que eram brilhantes pregadores da Palavra – pareciam algo a ser realmente levado a sério.

Quem conhece as igrejas – ditas – pentecostais, deve ter deparado com aquele momento onde - hoje diria supostamente – o Espírito de Deus enchia seu “vaso” e através deste, trazia uma palavra que revelava coisas como o “futuro”.

Vi gente profetizando, com direito a sapateados e idiomas estranhos, e em nome de Deus, contando o resultado das eleições, por exemplo. É disso que se trata.

No Velho Testamento, quem fizesse isso, profetizar em nome de Deus e não se cumprisse, era punido com morte por apedrejamento. Creio que hoje faltariam pedras.

No Brasil, esses profetas de merda(creio que esse é o nome mais apropriado para eles. Não me venha falar de meu vocabulário, quando eles te fazem de imbecil) são beneficiados com nossa falta de memória e crendices absurdas, estigmatizando os crentes por idiotas.

Parabéns, crentes de São Paulo, por rejeitarem esses profetas nas urnas, e mostrarem que vocês não serão perpetuamente massa de manobra.

Gostaria, sinceramente, que esses tais pastores-cabos-eleitorais(que do fundo de meu coração, eu abomino) fossem abandonados imediatamente, que seus livros, estudos, DVDs, simpósios, congressos, fossem deixados para sempre. Que fossem abençoados com o benefício da miséria(o que é muito melhor do que a pena capital do Pentateuco), e tivessem que viver apenas pelo que pregam, como inspiraram – e enganaram – tantos.

Mas vamos lá, né pessoal? Sonhar não custa nada.

Dormi de alma lavada.

Entenda: Não por quem venceu, mas por quem experimentará a “quarta-feira de cinzas” bem depois do carnaval, não os candidatos, mas por esses cabos eleitorais travestidos de líderes religiosos.

De certo que novas eleições virão, e eles voltarão para seus postos, como todo apreciador do Carnaval das urnas. Eles invadirão os púlpitos com seus candidatos a tira-colo, contando estórias sobre o diabo, sobre complôs das mais diversas minorias e de como votar no outro lado é nocivo.

Espero sinceramente que mais uma vez digamos “não” até que minguem de uma vez.

Um comentário:

  1. PoiZÉ...
    Cada vez mais faço a triste constatação:
    Quem mais usa o nome de Deus em vão é o 'crente'.
    E pastor já é bicho esquisito, quanto mais pastor-cabo-eleitoral affffffff
    Depois querem ter moral com 'São' Jorge rss

    ResponderExcluir