Aluno descobre "bug" no sistema da escola e é expulso

Sim, caros amigos. Não é só no Brasil que existem as injustiças sociais.

Foi no Canadá. O estudante de ciências da computação, Ahmed Al-Khabaz, 20 anos, estudava na Dawson College, em MontreaL e semana passada, verificando o próprio sistema da escola, acabou por encontrar uma falha grave de segurança no software utilizado pela instituição, após um verificação de rotina. Após a descoberta, o aluno reportou a informação ao diretor de serviços de informação e tecnologia,  François Paradis, que agradeceu pelo serviço prestado e se comprometeu em reportar o erro a Skytech, distribuidor do Omnivox, para que corrigisse a falha.

Dois dias após esse encontro, o aluno acessou o sistema  - o tal Omnivox - no intuíto de verificar se a falha fora corrigida. Em poucos minutos, ele recebeu uma ligação telefônica do presidente da Skytech em pessoa, acusando-o de estar "orquestrando" um ataque contra o sistema, e ameaçou prende-lo, caso não assinasse um documento que acordava em não divulgar a falha no sistema. Almed, mesmo relutante, assinou o documento. Feito isso, foi sumariamente expulso na escola por conduta inadequada, o que impedia de continuar estudando em qualquer instituição da região.

No site, existem mais detalhes da atual situação do estudante, punido por ser um bom aluno.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os 10 números mais significativos da bíblia

Sobre anjos: 10 erros comuns