29 de janeiro de 2013

Mulher tatua 666 no braço do filhinho




É isso mesmo: uma mãe segura uma criança chorando, enquanto força-o a fazer uma tatuagem.

De acordo com a notícia blog dominnicano Enlaesquinard, a criança estava sendo marcada com o número 666, a marca do Ministério Internacional Crescendo em Graça liderado pelo auto-proclamado Anticristo José Luis de Jesús Miranda.

Eu morro e não vejo tudo.

Um comentário:

  1. PoiZÉ...

    Esse 'batismo' aí eu nunca ouvi falar rss

    Afff É cada crença nesse mundo!

    Pois o que tem de criança chorando aos berros com a madrinha segurando-as 'dicunforça' para serem batizadas... Num é nem a mãe! Ela dá essa inteira confiança à madrinha! Sem questionar a tradição do ato!

    Perdão (católicos) se parece comparação mas me lembrei, ué! rss

    Inclusive eu sei de um caso bem recente de uma criança que morreu afogada numa 'pia batismal'.

    E ôta: se o líder se autoproclama anticristo, em qual Graça que ele está crescendo? afff parte dois

    Só tem doido... :P

    ResponderExcluir