Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

O que acontece com esses paulistanos?

Imagem
Sentindo-se solitário?   por Zé Luís Perambulo pelas redes sociais e o que vejo – agora que se aproxima o período eleitoral e toda manobra política lícita (e ilícita) – é surgir uma série de postagens anti Dilma. O perfil de muitos que divulgam os ataques são pessoas de famílias tradicionais. Muitas dessas famílias sempre dispuseram de recursos financeiros e estiveram de um lado do muro que não os obrigava a se interessar pela situação política nacional (para que se importar com a forma que eles, minoria abastada, se beneficia? Basta manter as coisas como estão. Qual interesse dos que já tem em correr o risco que outros tenham? Ter que dividir aquelas praias bonitas... não ter mais tantos inquilinos, já que o que era pobre agora compra sua casa e paga prestação ao invés de aluguel. Isso é comunismo!! rs), passam férias no exterior e falam normalmente sem conhecimento de causa. Usam do argumento do “comunismo cubano” como ameaça a soberania nacional, mas o mundo capitalis

O segredo mais bem guardado dos casais que dão certo

Imagem
A categoria da qual você faz parte - doadora, trocadora e tomadora - pode muito bem determinar o êxito e a felicidade de seu relacionamento De acordo com Adam Grant, o mais popular e mais jovem professor titular da Wharton School [escola de administração de empresas da Universidade da Pensilvânia] e autor de Give and Take: A Revolutionary Approach to Success, as pessoas se enquadram em uma de três categorias distintas: doadoras, trocadoras e tomadoras. Embora o livro de Grant tenha sido escrito para um público de negócios, suas teorias oferecem insights extraordinários sobre os relacionamentos românticos. A categoria da qual você faz parte pode muito bem determinar o êxito e a felicidade de seu relacionamento. Por exemplo, alguma vez um relacionamento romântico fez você sentir que não é bom o bastante? Alguma vez um parceiro romântico tirou vantagem de você? Você já sentiu que deu tudo para alguém e acabou se sentindo exaurido? Nesse caso, pode ser que se enquadre n