15 de setembro de 2014

Mal acostumada

por Angela Natel

Acho que fiquei mal acostumada:
Quando faço um favor, espero ouvir 'Obrigado'.

Acho que fiquei mal acostumada:
Quando me torno acessível, espero um amigo, não ser usada.

Me desculpe, acho que fiquei mal acostumada:
não desejo que usem o que publico contra mim, contra ninguém,
nem como desculpa para cobrar nada de quem quer que seja.

Acho que fiquei mal acostumada:
espero gentileza, educação, humanidade.
Esqueci que essas coisas há muito
não fazem mais parte da normalidade.

Me perdoe, acho que errei a porta, disquei o número errado,
e esperei compreensão, não ser por isso condenada.

Acho que fiquei mal acostumada,
e esperei ser tratada como pessoa, com dignidade.
Esperei receber pelo meu trabalho,
esperei não ser maltratada,
muito menos rotulada.

Me perdoe, ninguém tem culpa, nem responsabilidade.
Apenas eu, que fiquei mal acostumada.
Me perdoe as falsas expectativas, as cobranças, a rispidez.
Fiquei mal acostumada, foi estupidez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário