21 de outubro de 2014

Você aprendeu errado:o sol não fica parado.


Na verdade, tudo é um imenso redemoinho (ou se preferir a palavra mais usada no vídeo :VÓRTEX).

 A animação abaixo mostra como realmente os corpos celestes se comportam no espaço, quando o sol viaja  - como um imenso cometa - numa velocidade de 70.000 quilômetros por hora, arrastando através de sua força de atração gravitacional os planetas do sistema solar, que girando pelo espaço sem limite, o seguem eternamente pela Via Láctea, nossa galaxia. 

Na parte final do vídeo, é mostrado alguns elementos da Natureza que se desenvolvem semelhantemente as espirais formadas pelos planetas em sua trajetória em volta do sol.



A tal Sucessão de Fibonacci (citada no Livro O Código da Vinci) revela esse "comportamento" matemático reconhecido em diversos pontos da natureza, e tido pelos gregos como a forma perfeita.