19 de novembro de 2014

Adolescente negro comete suicídio motivado por racismo


Antes de cometer suicídio, garoto publicou mensagem de despedida no Facebook. Erick Maina sofria com ofensas racistas. Dois presos até agora.


Dois adolescentes foram presos em Liverpool, na Inglaterra, por serem suspeitos da autoria de pichações racistas em uma escola, neste fim de semana. O episódio acontece no momento em que a comunidade ligada ao colégio lamenta o suicídio de um aluno negro, encontrado morto no último sábado. As informações são da BBC e do Daily Mail.

Segundo a publicação, o corpo de Erick Maina, 15 anos, foi encontrado em sua casa horas depois de ele ter publicado “Bye” (em português, “Tchau”) em seu Facebook. O adolescente estudava no colégio Maricourt Catholic High School. Durante o fim de semana, funcionários e alunos da escola realizaram uma vigília em sua homenagem.

No entanto, no início da manhã desta segunda-feira, pichações racistas foram encontradas na escola e em um parque próximo ao local. Um adolescente de 17 anos e outro de 18, que não tiveram as identidades reveladas, foram detidos por serem suspeitos do crime. Erick era negro e as ofensas seriam direcionadas a ele.

Os atos de vandalismo estão sendo investigados. A morte de Erik não passa por investigações, pois – segundo a polícia local – o suicídio já foi comprovado.