20 de novembro de 2014

Morre Samuel Klein, fundador das Casas Bahia


Faleceu hoje, por volta das quatro horas da manhã, o senhor Samuel Klein, fundador das Casas Bahia.

Como ex-funcionário, faço questão de dar a nota nesse pequeno espaço perdido na net que é meu blog.

Através da empresa desse homem, conquistei, pela graça de Deus, muito dos benefícios que tenho na minha vida e na minha família. A oportunidade me foi dada quando já tinha 35 anos em um setor que normalmente não se ingressa nessa idade e com minha formação: área de T.I. Época onde ainda nem se empregava tanto e era incomum oferecer benefícios decentes ao trabalhador.

Concordo com alguns que poderia ser melhor (peão reclama mesmo...rs), mas sou grato por tudo o que pude usufruir através do meu trabalho enquanto estive lá.

Já havia algum tempo que o senhor Samuel não estava tão bem de saúde, e hoje, 20 de Novembro de 2014, aos 91 anos faleceu.

Samuel era um sobrevivente do holocausto judeu na Alemanha, na Segunda Guerra Mundial, e montou sua "lojinha" (como gostava de chamar) tentando atingir os "peões" nordestinos que desembarcavam na estação de trem em São Caetano do Sul, local onde fica a "ZERO", nome dado pelos funcionários da empresa, a primeira das mais de 1000 filias abertas pelo país.

Muitos terão histórias para contar sobre ele. Coisas como ele passar por uma fila no caixa da loja e escolher alguém na fila para quitar a dívida do carnê. Isso era comum.

Há quem diga que esse homem tinha muitos defeitos, e eu não duvido: Era um homem.

Da minha parte, embora tenha-o visto pouquíssimas vezes nos últimos anos, época onde houveram as transições de fusão entre outras empresas e agravamento do estado de saúde, sou grato pelos benefícios que ele proporcionou à milhares de brasileiros, funcionários e clientes.

Sou um deles. e tenho gratidão. Apenas isso. Certamente, outros terão coisas mais inteligentes a escrever.

Da minha parte, paro por aqui.