12 de dezembro de 2014

Mulher grava vídeo pornô em igreja e afirma: "sou um anjo".

Mulher se masturba em Igreja

É o que afirmou a austriaca "Babsi", que teve a ideia em ir a uma igreja católica de seu país e gravar um vídeo onde se masturba.

“Acredite: Existem pessoas que fazem coisas bem piores que essas, eu perto delas sou um anjo” 
Foi o que declarou a mulher de 29 anos, quando questionada pelo promotor de justiça austríaco pelos motivos que a levaram a gravar o vídeo. Ela seria condenada a três meses de prisão.

Ironicamente, o homem que a denunciou-a às autoridades, a reconheceu dos vídeos postados na internet, não pelo rosto, que não aparece, mas pelos seios, sabendo apenas que seu nome era Babsi e que costumava fazer vídeos pornográficos.

Hoersching onde video pornô foi gravado
Igreja de Hoersching - local onde Babsi fez o vídeo pornô
De acordo com os investigadores , ela fez filmes semelhantes, sob o nome 'Babsi', o que tornou a identificação mais fácil.


Os filmes pornográficos ter causado um debate acalorado na Áustria - um país de maioria católica - quanto à possibilidade ou não a igreja teria de ser reconsagrado.

No final, foi decidido que era desnecessário, pois foi verificado que os pecados cometidos pela mulher não foram suficiente para expulsar Deus.

Fora da corte, Babsi, como ela tem sido referido pela imprensa local, disse: "Para ser honesta, acho a coisa toda completamente desumana. Não fazia ideia de que era ilegal.”

Essa é a autora: Babsi
"Mas estou orgulhosa do fato de que todo o país conheceu meus vídeos, pois sou simplesmente muito boa no que faço."

Ela pediu desculpas ao padre e foi condenada, além da prisão, a pagar 4.230 euros - aproximadamente metade do que ela tinha ganhado, a partir dos vídeos.

Visto no The Mirror