8 de janeiro de 2015

Jornal irresponsável: esse era o título de capa de Hebdo

Sejamos sinceros? 

No Brasil se morre por bem menos.


Com o mundo todo horrorizado com a chacina que terroristas islâmicos promoveram contra cartunistas na França, bastou a mim procurar algumas destas charges provocativas que ocasionaram o seus respectivos assassinatos. Não sabia quem eram até a data de ontem.

Diante de algumas capas e ilustrações, faço outra confissão: não voltaria mais a consumi-los. Achei de mal gosto PARA MEUS interesses.

A capa acima, por exemplo, foi feita em 2012, "satirizando" a trindade cristã, onde o símbolo do espirito santo enraba Jesus que enraba Deus, numa apologia ao homossexualismo. Achei tosco e de mau gosto. Talvez seus leitores tenham rido. Não entendo o humor francês nesse caso.


Na capa acima, um beijo homossexual entre Maomé e o cartunista dizendo: 
"mais amor, menos ódio"



Em julho de 2013, a capa diz:
 "O Alcorão é uma merda" e completa na placa amarela "Ele não é a prova de balas".

Quanto tempo eles acham que esse tipo de provocação ia durar até que algum boçal pegasse em armas e fosse tirar satisfações? Era uma questão de tempo apenas.

Mamãe já dizia que passarinho que come pedra sabe o bico que tem. Aqui no Brasil, olhando por uma lente menos cínica, se morre por bem menos. 

Não precisamos ir muito longe: vá a um estádio em dia de clássico. Use uma camisa vermelha em passeatas pró-ditadura quando uma câmera não estiver gravando. Se meta a besta de mostrar coisas negativas em um meio de comunicação onde políticos-coronéis comandam aquele estado.

Claro que ficamos boquiabertos  e revoltados com a ação em nome da "religião". Mas só lembrando: aqui no Brasil não é difícil achar gente cheia de ódio pré-disposta a cometer atos piores. 

Não acredita? Dá um passeio nos comentários das redes sociais de partidos políticos e religiões...

Nenhum comentário:

Postar um comentário