15 de janeiro de 2015

SER ESPOSA DE PASTOR

Ser esposa de Pastor é ser aquela mulher sem nome, que cuida sozinha dos filhos durante os cultos tentando fazer com que eles fiquem quietinhos. 
Que tem que ir a todos os eventos na Igreja, mesmo quando não está com vontade.
É ter sempre que estar com um sorriso nos lábios e com palavras amáveis mesmo quando seu coração está triste. 
É ter que se calar quando escuta calúnias sobre seu esposo e ministério. 
É ser excluída das rodinhas de conversas por que o assunto é sobre ela ou seu esposo. 
É ser olhada de cima a baixo por causa das roupas que veste: muito arrumada? Tá errada!!! Pouco arrumada? Tá errada também!!! 
É ser cobrada de ter que desenvolver muitos ministérios dentro da Igreja, porém se faz porque tem o dom, é ser apontada como protegida do Pastor. 
É sofrer retaliação quando seu esposo exorta alguém. 
É ficar sozinha em casa, cuidando dos filhos enquanto seu esposo vai cuidar das famílias dos outros. 
É tentar conduzir seus filhos a terem uma espiritualidade sadia, mesmo quando ela está fraca. 
É ter que se mudar para cidades que não conhece ninguém, para apoiar seu esposo no seu chamado de cuidar de ovelhas, e não poucas vezes, de ovelhas rebeldes... 
É sentir-se sozinha por não poder dividir as dores de ser esposa de Pastor.
É permanecer anônima diante desse desabafo, sem poder assinar o próprio texto para não por em risco o nome daquele que foi posto diante das ovelhas do Jesus.

A autora do texto?

Pediu para não ser identificada. Prefere que este texto seja apenas uma obra fictícia desse editor, a ser lida por outras esposas de pastor, que nem poderão comentar ou curtir, pelo risco de deixar transparecer que sentem dor e que isso põe em risco o trabalho de seus maridos.

2 comentários:

  1. Como membro gosto de ajudar minhas cordenadouras,elas precisam de cooperação principalmente circulo de Oração Maria dos Santos

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Quanta dor rsrsrs... Pra mim é um grande privilégio ser esposa de pastor. O importante é saber que vai viver pelos outros e que o perdão tem que estar sempre à mão. A comunhão com Deus torna tudo mais leve e suave. Deus te dê forças, minha irmã. Que você possa ver alegria em uma vida de serviço ao próximo. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir