20 de fevereiro de 2015

Assista: Ariovaldo e Neil falam sobre cotas e o racismo no Brasil - duas opiniões


Indo na contra-mão do senso comum - inclusive lançando aos olhos de Neil Barreto uma visão que ele mesmo confessa ser um prisma nunca antes vislumbrado - o pastor Ariovaldo Ramos fala sobre a História brasileira e, dentro deste contexto, vimos o quanto somos rasos em nossa opinião.

Claro: há espaço para o debate. Mas a criação do sistema expõe realmente nosso racismo cotidiano.


3 comentários:

  1. José Alexandre Moreira Barbosa20 de fevereiro de 2015 22:12

    Pra começar, e mais postagens virão, vou citar o patrocinio da ditadura de um negro que explora seu proprio povo, negro por sinal. Os negros daqui acharam o que disso?

    Nada, não sabiam e qdo souberam não se importaram. Sambaram anos e anos com o dinheiro de outros derramadores de sangue, contraventores, assim como os negros que vendiam negros escravos não se importavam, asim como no imperio negros que melhoravam de vida pasmem, compravam outros negros. Divida?! E as anteriores? O povo judeu foi esculachado, veja se eles pedem indenização? Simplesmente avançam trabalhando sem lamurias certos que dias melhores virão para os seus descendentes. Depois eu volto.

    ResponderExcluir
  2. José Alexandre Moreira Barbosa21 de fevereiro de 2015 13:04

    https://www.youtube.com/watch?v=BqipVJ0FDQE

    ResponderExcluir
  3. José Alexandre Moreira Barbosa21 de fevereiro de 2015 13:10

    Se racismo fosse problema pra construir nação, pq os EUA são potência? Tirem os judeus como exemplo. Não são os brancos que são maus. Os seres humanos o são; só a graça de deus para nos tolerar e suportar. Abraços e paz a todos.

    ResponderExcluir