12 de outubro de 2009

Seitas e Conseqüências – Verdade Suprema


O medo do porvir da origem a muitas seitas e uma das formas de lidar com este sentimento é tentar dominar sua causa, prevê-la, entendê-la através de heróis imaginários.
Quantas seitas ainda serão fundadas com a típica revelação particular de textos considerados sagrados, mas com interpretações dúbias? Um exemplo constante em Apocalipse – livro clássico para fundadores de seitas:
Consta em Ap.11:9 que diversas nações e tribos acompanharão visualmente em um local determinado (Israel?) que dois cadáveres permanecem cadáveres.

Tenho minha interpretação pessoal sobre o versículo, mas o trecho curioso é que o intelectual do século XIX poderia deduzir como improvável - e até ridícula – a idéia de que países tão distantes (como Brasil e Inglaterra) pudessem ver simultaneamente algo, coisa que hoje, qualquer um acessa em qualquer lugar através dos mais diversos aparelhos: Tvs, celulares, computadores.

Mesmo cientes disto, muitos buscam entender o que está velado no presente e entrega seu livre-arbítrio a qualquer umque se diga entendido. É latente em qualquer ser humano a insatisfação com o mundo, e quando alguém usa argumentos mais convincentes, eles aceitam.

Fonte: Site da USP
Um atentado com gás sarin, em março de 1995, em trens do metrô de Tóquio matou 12 pessoas, feriu mais de 5 mil e abalou as estruturas da aparentemente estável sociedade japonesa. A polícia concluiu que a autoria do atentado deveria ser atribuída aos membros da Aun Shinrikyo (Verdade Suprema), uma seita religiosa situada no cerne da rede de negócios, organizações políticas e unidades paramilitares. O principal objetivo da Verdade Suprema, segundo seu próprio discurso, era sobreviver ao apocalipse iminente, salvando o Japão, e o mundo, da guerra de extermínio que resultaria inevitavelmente da concorrência da corporações japonesas e o imperialismo norte-americano em busca do estabelecimento de uma nova ordem mundial e um governo mundial unido.

Para sair vitoriosa no Armagedon, caberia à Verdade Suprema preparar um novo tipo de ser humano, fundamentado na espiritualidade e no auto-aprimoramento por meio de meditação e exercícios.

Os debates acerca das origens, desenvolvimento e objetivos da Verdade Suprema levantaram questões fundamentais sobre o verdadeiro estado da sociedade japonesa. O que mais chocou a opinião pública foi o fato de que a seita conquistara muitos adeptos entre cientistas e engenheiros de algumas das melhores universidades do Japão.

O fundador Asahara (condenado a morte, com mais 13 seguidores), nascido de família pobre, logo após ter tentado vestibular para a Universidade de Toquio e também de ter sido preso por vender medicamentos chineses sem licença, criou uma seita religiosa chamada Agon. Depois, ao mesmo tempo que abria uma escola de yoga, fundou a Verdade Suprema, ou Aum, usando fotos com efeitos visuais para melhorar a reputação de sua escola e de sua associação.

Logo virou lider religioso e ai criou a seita religiosa formal Aum Shinsen, pedindo aos seguidores que doem seus bens com uma boa demonstração se sacerdócio. O nome depois de um tempo foi alterado para Aum Shinrikyo. Um ano depois, a Verdade Suprema se instalava numa aldeia no sopé do Monte Fuji, e conseguiu isenção de impostos.

Com isso, ele começou a divulgar uma teoria de Armageddon baseada em Nostradamus, mostrando que deveriam estar preparados para a batalha do fim dos tempos, fazendo com que a Verdade Suprema ficasse super equipada com equipamentos e transportes de guerra. Ele consegue então que a Verdade suprema vire um estado paralelo, com administrações regionais no Japão, começando logo após a fazer terrorismo achando que a batalha do fim dos tempos se aproximava, "lançando a seita, o Japão e o mundo em uma crítica messiânica potencialmente sustentada por armas de extermínio em massa".

Veja abaixo um texto da seita no qual se destaca a idéia de salvação (gedatsu):
"Dissolver a integridade do corpo como indivíduo para superar a limitação física do organismo. Os fiéis devem transcender o limiar entre o corpo e o mundo exterior diferenciando seu próprio corpo em um processo constante e infindável. Por meio de exercícios físicos contínuos, é possível atingir um ponto em que se pode sentir o corpo como um fluido, gás ou onda de energia. O corpo busca integrar-se como indivíduo porque temos autoconsciência do interior do corpo integrado. É este interior que organiza o ser. Portanto, para desintegrar nossos corpos a tal ponto que o percebamos como fluido ou gás, é preciso atingir a desorganização de nós mesmos. Nisso consiste a salvação."

Para se atingir essa verdade por meio da salvação, a Verdade Suprema desenvolveu um método de meditação e austeridade (i.e. passar toda a existência realizando atividades físicas extenuantes e privando-se de alimento e de prazeres carnais). Vide texto sobre metódos de seitas.

Espantosamente, a maioria dos sacerdotes de Verdade Suprema eram jovem universitários recém-formados. Em 1995, 47,5% dos sacerdotes estavam na casa dos vinte anos de idade, e 28% contavam pouco mais de trinta anos. O apelo da Verdade Suprema à juventude com grau de instrução superior foi um choque para a sociedade japonesa. Uma boa justificativa para tal apelo reside na alienação da juventude japonesa, como conseqüência da derrota dos poderosos movimentos sociais japoneses da década de 60. Ao invés de valores sociais transformadores, prometeu-se a "Sociedade da Informação". Entretanto, essa promessa carecia de inovação cultural e satisfação das necessidades espirituais.

2 comentários:

  1. Até as igrejas tradicionais estão entrando na onda das heresias.
    Esta assembléia do vídeo é uma força aqui na baixada santista, e infelizmente de igreja séria passou a ser tratada como uma adepta da teologia da prosperidade e da angelolatria. Infelizmente a mesma foi contaminada pelo Oriel de Jesus ( só no nome) e agora vive de falar de anjos e de pedir dinheiro aos fiéis e obreiros. Ela tem algo chamado alvo, que nada mais é do que as congregações terem de pagar para a sede em Santos alguma quantia pedida a mais, e que deixa os pastores e dirigentes loucos atrás desse dinheiro. Até os departamentos ( mocidade,jovens,circulo de oração,novos convertidos,missões) tem de pagar para trabalhar( tem de levar uma quantidade fixa por mês para a sede, e se não levar esta fora do trabalho).

    É uma tristeza ver uma igreja séria se tornar uma vergonha para o evangelho.





    Segue link de um vídeo ( não caiam para trás ao verem).

    http://www.youtube.com/watch?v=0E_71XuZRlU
    http://reformacrista.blogspot.com/
    O novo blog apologético.

    ResponderExcluir
  2. É, meu amigo. Dá pra acreditar que os membros dessa seita pagavam uma grana preta só pelo privilégio de beber um gole da água suja do banho do Asahara?

    É complicado quando o assunto é seita. Muita gente deposita toda a sua esperança nesses líderes sectários. Acredite se quiser, mas os membros da seita "A Família" (outrora conhecida como Meninos de Deus) acreditam ser uma verdadeira honra entregar suas filhas para transar com os líderes. Podemos observar com isso o grau de manipulação por parte dos líderes/fundadores - vide "JonesTown".

    ResponderExcluir