1 de novembro de 2010

Quem fala o quer, revela de si mais do que deseja.


A mocinha acima, inconformada com a derrota com a derrota se seu candidato, e sabendo que a maioria arrasadora dos votos veio do Nordeste não se conteve e postou a pérola acima, que conseguiu o que milhares de usuários do Twitter gostariam: projeção nacional com uma simples frase.

O gaúcho também está conseguindo, com seu discurso separatista - o que macula a maioria dos gaúchos não racistas nem regionalistas - mostrou a intenção que ia em suas escolhas.

Muita gente deixou transparecer esse conceito contra esse povo - que pessoalmente já senti aqui em São Paulo, e quando estive em Rio Grande do Sul. Sou nordestino, numa cidade conhecida mundialmente como "sindicalista": São Bernardo do Campo.

Sei de muitos que não teriam a infelicidade que a candidata a advogada teve - de falar o que realmente ia em sua alma - mas que nos olham como esses parias que só elegem porcaria.

Rodando no site do G1, li um comentário que considerei brilhante, e que busca - ironicamente - consolar os frustrados eleitores do partido derrotado:

O melhor desse debate pós eleição é ver o eleitorado do Serra mostrando a cara... a cara neonazista.


Vocês não precisam ter medo.
Com a inserção desses milhões no mercado de consumo até mesmo vocês, descendentes de donos de escravos, irão ganhar.


Claro que ter uma escrava para fazer os serviços domésticos ou para cuidar da casa da praia ou do sítio vai ficar mais caro.


Tende-se a ficar mais disputada a corrida pela universidade e pelo emprego. Quem diria hein, disputar com um Silva?!

Você, que está no Nordeste, e sabe que São Paulo foi construída com boa parte de sua mão de obra, é bom também saber que a cultura - velada - de muitos é exatamente a do comentário acima. E digo isso por isso não valer voto algum.

18 comentários:

  1. Recentemente, escrevi um post sobre este clima "guerra fria" que foi instaurado por conta destas eleições... E por coincidência ou não, neste post eu escrevi o seguinte:

    "Enquanto uns empunham seus martelos e afiam suas foices, outros sobem ao Reichstag para despejar sua loquacidade ufanista."

    Caramba! Profetizei! rsrs

    Abração!

    Carlos

    ResponderExcluir
  2. Não consigo imaginar minha própria biografia (paulistano cinza-concreto) sem a riqueza do povo nordestino.
    Uma dica pra quem curte o nordeste é o CD Nordestinamente, do carioca Gerson Borges. Coisa linda.
    E já que eu tirei o dia pra fazer jabá dos manos, ouçam também Roberto Diamanso.

    ResponderExcluir
  3. Eu "não gosto" de nordestino pelo mesmo motivo que não gosto de cariocas, acho terrível o sotaque que eles e os "brotherrssss" cariocas tem claro cada um com sua diferença.

    Mas agora deixar essa discussão como "racismo" ai já é demais...

    ResponderExcluir
  4. PoiZÉ...

    O que me consola é que comportamento deplorável assim não vem de todos, embora, diga-se de passagem, teve candidato que lançou pérolas que denunciaram seu preconceito contra o N e NE, bora combinar.

    O contraste muito interessante e que merece um estudo antropológico rss é que, por exemplo, a banda que meu filho é baixista, é muito respeitada e aplaudida no sudeste do Brasil. Agora mesmo, ainda em novembro, eles estarão indo pra Rio e Minas e ano passado eles foram muito bem recebidos em São Paulo, como também de outras vezes. (Se bem que, convenhamos, por um determinado público com outra mentalidade e não orkuteiro e/ou tuiteiro desesperado por fama a qualquer preço- nada contra orkut e twitter, pelamordeDeus não me entenda mal)

    Enfim...

    É claro que vai haver sempre, em todos os cantos da terra, aquela porção pretensamente ariana, mas fazer o quê? Ela que se afogue no oceano da própria arrogância. Afinal, não é nenhum de nós a Quem ela irá prestar contas...

    Abs,

    R.

    ResponderExcluir
  5. eu entendo a indignação dessa gente,
    eu moro em santa catarina,
    e vejo o pt fazer propaganda que os pobres estão ficando ricos,
    isso é um leve comunismo, porque quem estuda, quem pensa, leva uma vida pior do que esse povo cheio de mordomia para sua escravidão mental. nao é uma questão de preconceito com o nordeste, mas uma indignação de um povo que culturalmente nao tem nada a ver com o resto do país, mas é sujeito a um governo colocado por eles.
    se tem gente saindo da zona de pobreza mesmo sem ter se esforçado pra isso, aqueles que querem elevar o país intelectualmente agora nao possuem apoio para isso, tendo que abdicar da dedicação aos estudos para trabalhar em outras areas.
    eu tenho um projeto onde vou discutir o socialismo vs a liberdade do ser, onde vou colocar a capacidade deixada por Deus ao ser em sua liberdade de crescer e evoluir a sociedade, algo que o socialismo impede.

    espero que entenda meu comentário.

    ResponderExcluir
  6. PoiZÉ... (parteII)

    Não é à toa que o PREconceito está sempre atrelado à desinformação. Ou ela não sabe que o mesmo PSDB do Serra - que elegeu vários governadores no país - é o mesmo que elegeu a Dilma nesses mesmos lugares?

    Pois é, os mesmos eleitores que votaram nos governadores do partido do Serra, são os mesmos que votaram na Dilma...

    Tudo bem, já passou, mas permita-me expor alguns fragmentos de pesquisa IBOPE:

    "As áreas predominantemente serristas estão confinadas em poucos bolsões, geralmente localizados no centro e nos bairros mais ricos de metrópoles do Sudeste e do Sul do país. Mais da metade delas está em São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Belo Horizonte".

    "No Estado de São Paulo, Serra lidera nas regiões de Sorocaba, Piracicaba e Ribeirão Preto, todas elas entre as mais ricas. E empata em Araraquara, Bauru e Assis. Dilma lidera no entorno da capital, no litoral, no Vale do Paraíba e nas regiões de Campinas, Itapetininga, Rio Preto, Marília, Araçatuba e Presidente Prudente".

    "Eleitores nordestinos e nortistas tendem a votar mais em Dilma, independentemente de sua classe social".

    "Já no Sul, no Sudeste e no Centro-Oeste, o voto em Serra está confinado em bolsões de alta renda, mas não em todos. O tucano perde da petista até na zona sul do Rio de Janeiro. Dilma também ganha em uma das áreas mais ricas do país: o plano piloto de Brasília".

    Isso aí acima derruba a lenda de que nordestino, pobre e mal informado votou em Dilma e que rico e culto de outras plagas votou em Serra.

    Enfim,

    É lamentável que algumas pessoas ligadas ao PSDB não tenham noção do significado real da expressão Social Democracia...

    Abs,

    Rê.

    ResponderExcluir
  7. ei, não vamos generalizar o eleitorado do serra aí não, viu? rs.

    mas, ê ta povinho arrogante mesmo, viu? mas, tem problema não. confesso que também tenho preconceito com o povo do sudeste-sul. justamente por essas coisas aew. é tanto que nem tou assistindo o tal de "as cariocas". me poupe, viu? hahaa... =p

    ResponderExcluir
  8. Esses dados aí colocados são justamente pra esclarecer acerca de generalizações...

    ResponderExcluir
  9. PoiZÉ...

    Tava aqui pensando.

    Que coisa mais estúpida se medir pelo lugar em que nasceu!

    Então se eu tivesse nascido em NY eu seria superior a todos vocês aqui? Me poupe...

    E Jesus, que viveu a infância até a idade adulta num lugar tão insignificante que nunca foi citado no AT?!

    Imagino que o lugar devia ser muito ruim pra Natanael dizer:

    -"De Nazaré pode sair alguma coisa boa?"

    -"Vem e vê". Respondeu Felipe (Jo1.46)

    Deus tenha misericórdia!

    R.

    ResponderExcluir
  10. em momento algum eu disse que era eleitor do Serra, muito pelo contrário, eu estou abordando uma questão ampla e generalizada, estou abordando ideologia política, bem estar intelectual, o que não tem nada a ver com o financeiro, estou abordando a diponibilidade ao pensamento. ficar se fazendo de coitadinho é uma inversão muito pouco prolixa do regionalismo. eu mesmo não sou regionalista no sentido territorial, mas me preocupa a desvalorização do ser que esses governos implicam.

    ResponderExcluir
  11. Sou contra esses tipos de declaração, porém a Dilma chamou paulista de besta e ninguém fala nada, realmente existe preconceito tanto de um lado quanto do outro, morei em São Paulo e via como Cearence era discriminado. Mas acho que o nordeste enfrenta problemas que vão muito além do preconceito.

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/para%E2%80%9Cblog-da-dilma%E2%80%9D-os-paulistas-sao-%E2%80%9Cbestas%E2%80%9D/

    ResponderExcluir
  12. Deixem a Mayara Petrúcio em paz!!!
    Será que só eu que percebi que quem ta dando essa enfase toda ao assunto são advogados que estão sem ter o que fazer e querem aparecer na tv e dar entrevistas pra jornais...
    Não caiam nessa

    ResponderExcluir
  13. E agora todos os "Anônimos" do mundo aparecem para defender essa gratuita manifestação de preconceito.
    Isso mesmo, deixemos que a menina mimada e fascista persiga os nordestinos.
    Os próximos da lista serão os "Anônimos".

    ResponderExcluir
  14. Ah, não Reinaldo, nãooo

    Num tem um mais normalzinho, não?!

    Um menos obsessivo?

    Afe!

    ResponderExcluir
  15. Caro anônimo,
    Ninguém está defendendo a gratuita manifestação de preconceito, apenas observei que há muito mais coisas no mundo pra se preocupar (como corrupção, fome, injustiça social, etc) do que perder tempo com o que uma simples garota falou ou deixou de falar. Também sou contra o preconceito, mas ele não é só de uma parte, tanto Sul e Sudeste quanto Norte e Nordeste são preconceituosos, e não é uma ação judicial contra uma garota idiota que resolverá esse problema.

    ps. o comentário de 22:30 era meu.

    ResponderExcluir
  16. Ué, cada um ocupa seu tempo como bem entende. Bora deixar que cada um se manifeste do jeito que quer, ora!

    Um coloca o post pra outros analisarem e fica só lendo rss outros analisam de forma prolixa he he já outros dizem de seu repúdio em uma única palavra.

    Cada um tem seu estilo próprio e determinada reação que deve ser respeitada. E, bora combinar, querer calar a boca do povo com discurso demagogo é forçar demais...

    Cada um ocupe seu tempo do modo que lhe for conveniente. E conforme a própria consciência.

    Abs,

    ResponderExcluir
  17. é isso aí, povo sem "curtura" q olha bigbródi (confesso q já olhei,rsrs) n sabe q os maiores autores brasileiros são do nordeste..Olha, Zé, vou falar do povo aqui do sul, vc n deixa de ter razão, já aouvi coments de amigos na praia, qnd os rapazes q vêm da Paraíba td verão vender suas redes pelo litoral, pra mandar um dinheirinho pra família no nordeste, dizer: "paraíba tem mais é q ralar mesmo, bando de preguiçosos" e era tudo gente de "nível superior", pós e tals...isso de xenofobia , falo aqui pelo sul, é coisa da velha rixa "como o resto do mundo",essa fama de que gaúcho n gosta de paulista, de carioca, de baiano,é um pocuo folclore, mas tem sim seu fundo de verdade, conheço centenas de piadas separatistas, uma mais preconceituosa que a outra, mas q a gauchada se mata de rir...
    quanto a guria q falou m* vai aocntecer o q sempre acontece c e a juventude elitizada e transviada: nada.

    ResponderExcluir