11 de janeiro de 2014

Aquele ponto vazio na mente...



Uma coisa temos que admitir: quando ele projeta, o estrago é quase certo... quase...

Nenhum comentário:

Postar um comentário