15 de setembro de 2010

Sou um milagre


Quando ouvi essa música, não sabia quem havia composto, nem qual linha teológica a igreja que ele frequenta defende.

Eu nem entendia dessas coisas. Sabia apenas que aquela letra falava de pessoas que conheci pessoalmente, de gente improvavelmente viva, de relações inexplicavelmente refeitas, de mortos indecifravelmente ressurretos.

Eu já conversei com estes milagres - balbuciava entre soluços, implorando à minha memória que não descartasse aquela certeza por evidência alguma que a vida trouxesse.

Fazem quinze anos, e ainda encontros esse milagres enquanto caminho Nele.