27 de dezembro de 2011

Enquanto isso, em um louvorzão pentecostal...


Eis uma questão que as vezes me vem: se Jesus estivesse em um culto desses - como esteve nas leituras das Escrituras nas sinagogas no tempo em que esteve encarnado entre os homens - qual seria sua reação?

Será que aprovaria toda essa metodologia de oratória, daria um parecer positivo sobre a forma que sua Noiva se mantém, o jeito que seus profetas são tratados, e como os que se dizem profetas beiram a esquizofrenia, sem trazer um pingo de Amor em seu evangelho.

O Jesus - que se fala nos evangelhos - se comoveria com os apelos lacrimejantes dos cantores profissionais evangélico por unção? Poder? Restituição? Dez vezes mais por ter ofertado pelo Reino? Apedrejamento contra gays? Drogados? A turminha que enche a cara de fim de semana?

Será que algum deles pensou que, um dia, prestarão contas diretamente a Ele, e terão que explicar certas papagaiadas sem sentido? Acho que não. Melhor não pensar...

Um comentário: