9 de novembro de 2012

Viciada em heroína

Mentirinha:"Honestamente preciso de alguma ajuda para tomar um ônibus para WI. Obrigada e Deus abençoe."
Essa é mais uma daquelas histórias tristes. Não há na fonte de onde retirei as imagens (Ziza) nenhuma referência mais clara sobre a mesma. Diz apenas que ela veio com o noivo de Wiscosin para Denver, cidades americanas, para tentar uma nova vida, mas ela acabou por se viciar em heroína. O que se registra é o que sobrou da vida até esse momento de sua existência.

Clique no título e entenda a sequência















































Alguém pode perguntar: Por que usar imagens de uma americana, quando temos legiões de zumbis perambulando pela Cracolândia em São Paulo? (Conheço o trabalho de algumas pessoas na região como a Missão Cena, gente realmente séria, onde tive o privilégio de ver como trabalham).

Uma das razões é que ser miserável não é coisa de apenas de países do sul e Africa. Acontece no império também. Uma outra é que você pode ter se comovido com a miséria do outro lado do hemisfério, apesar da juventude e beleza da menina, mas não tem muito interesse com o "nóia" que dorme nas ruas aí perto de sua casa.