23 de novembro de 2013

10 curiosidades sobre C.S.Lewis, autor das Crônicas de Nárnia

1 . Lewis nasceu na Irlanda do Norte , nos arredores de Belfast, e foi fortemente identificado com sua terra natal por toda a sua vida .

2 . Lewis tinha uma gargalhada alta e um amplo círculo de amigos. Ele era um homem saudável com um grande senso de humor.

3 . Ele ensinou Inglês e Literatura no Magdalen College, Oxford , e alguns dos melhores livros de Lewis são livros de crítica literária.

4 . A mais antiga ambição de Lewis era ser contado entre os grandes poetas , e fez grande esforço para escrever e reescrever seus poemas , alguns até mesmo depois que foram publicados.

5. A maioria do que Lewis escreveu foi em resposta a pedido, sugestão ou incentivo de alguém.

6. Lewis se importava profundamente com as pessoas. Ele doou grande parte de sua renda para pessoas em dificuldade e escreveu, à mão, centenas de cartas atenciosas para todos os que lhe contatavam. Fez  isso até pouco dias antes de sua morte, enquanto sofria com problemas de saúde (como no caso de uma jovem, Kathy Keller, esposa de Tim Keller, conhecido pastor da Igreja Presbiteriana Redeemer em Nova York, escreveu a Lewis e ele respondeu poucos dias antes de morrer).

7. Lewis foi um grande estudioso . Seus livros acadêmicos ainda são leitura obrigatória em Oxford e Cambridge. Eles são difíceis - com argumentos sofisticados. Partes não traduzidas do grego, latim, inglês antigo e medieval, nórdico, entre muitos outros.

8. Lewis também tinha um toque diferenciado: Durante a Segunda Guerra Mundial , a BBC convidou Lewis para dar uma série de palestras por rádio para a população britânico, explanando sobre o que é o cristianismo (mais tarde, estas se tornaram um seu livro, Cristianismo Puro e Simples) . Ele escreveu fantasias infanto-juvenis que ainda hoje são procuradas por jovens e velhos, histórias ricas em personagens que refletem a visão de Lewis sobre a população.

9 . Ele era muito popular como professor entre seus alunos. Palestras de Lewis em Oxford sobre literatura medieval só tinham lugares em pé, com alunos sentados nas janelas, alguns professores se ressentiam da sua popularidade. Teólogos , em particular, não gostaram de Lewis invadindo seu território acadêmico - com mais sucesso do que eles tiveram . Nem suas visões cristãs ortodoxas conquistaram muitos amigos acadêmicos. Por estas razões, Lewis nunca recebeu uma cátedra na Universidade de Oxford , embora ele acabou sendo premiado com uma de Cambridge.

10. Lewis descreveu a si mesmo como um " dinossauro ". Ele foi treinado na filosofia antiga e fez sua carreira em estudos medievais e renascentistas . Viu pensamento clássico como superior em todos os aspectos para o pensamento moderno , e aproveitou todas as oportunidades para mostrar que isso era verdade.

Dica de Alexandre Correia, vista aqui