22 de dezembro de 2014

Detectando mentiras: 14 dicas básicas

dicas sobre mentiras

A casa caiu, amigo mentiroso. Torça para que ninguém leia essa matéria que te desmascara.

"Mente aquele que diz que não mente"

É o que afirma Wanderson Castilho, perito em detectar mentiras e professor do Behavior Analysis Training Institute (Instituto de treinamento de analises comportamentais) - que treina a polícia americana para detecção de mentiras. Segundo ele, apesar do desprezo que todas as pessoas conservam pelos fatos que não condizem com a realidade, "quem nunca contou uma mentira?".

Talvez mentir não seja tão incômodo quando ouvir uma inverdade; mais do que isso, em casos policiais saber a verdade é fundamental. Além do polígrafo - detector de mentiras que mede pressão arterial, batimentos cardíacos, temperatura do corpo e dilatação da pupila - Castilho a detecção da mentira se baseia em analisar sinais emitidos pelo corpo deste indivíduo, tarefa que qualquer pessoa é capaz de fazer, sabendo o que deve avalisar.

"Quando conversamos, mantemos um padrão. Pode falar rápido, devagar, alto ou baixo, mas sempre em um padrão. Quando a pessoa começa a mentir, este padrão muda"

 De acordo com o perito, o cérebro entra em um processo de criação. "Um exemplo é quando a namorada pergunta ao namorado: 'você saiu ontem à noite?' e ele, mesmo entendendo a pergunta, responde: 'o que?'". Esta pausa é o tempo que o cérebro encontrou para pensar em uma resposta.

Desviar o olhar, falar com muitas justificativas, mexer mãos e pés de forma frenética, mudar o tom de voz, entre outros sintomas, são indicativos de um mentiroso. O psiquiatra e diretor do Instituto de Neurolinguística Aplicada, Jairo Mancilha, explica que o corpo sempre é mais fiel à verdade do que a fala. "A fala é criada pelo consciente, mas os sinais do corpo são provocados pelo inconsciente e a pessoa não consegue controlar", disse ele.

"O cérebro não aceita a negação. É como: 'não pense em vermelho' e logo a pessoa pensa na cor vermelha. A mentira é uma negação à verdade que manifesta diversas alterações fisiológicas", acrescentou o perito em identificar mentirosos. O psiquiatra Mancilha reforça que não existe regra, mas alguns sinais são um alerta de que o indivíduo está mentindo; confira 14 indícios abaixo:

21 de dezembro de 2014

Oração: O abismo entre querer e precisar


Frequentei uma igreja onde um pregador amigo meu ministrou durante algum tempo, mas apesar da amizade, discordava de certos pontos da compreensão que ele tinha sobre a Bíblia. Mas estava ali para ouvir e não para dizer como encarava suas declarações no púlpito.

Foi quando chegou o dia do meu aniversário e ele veio orar pela minha vida. E eu o interrompi.

- Que Deus conceda os desejos do seu coração...
- Não. Isso não, amigo.
- Desculpe? – parou ele com a oração, constrangido.
- O que eu quero não. Só o que preciso. Desejo coisas em mim que se conseguisse poderia destruir a minha vida e de pessoas que estão a minha volta, poderia machucar mais ainda gente que amo. Conheço um pouco a minha alma... Oremos para que Deus me dê apenas o que eu preciso... Melhor! Ore para que eu entenda o que Ele deseja para minha existência.
- Você é tão confuso, meu amigo...
- Eu sei. Por causa disso, do que falam, comprei um domínio na internet e montei um site com esse nome.
- Você quer pedir a Deus compreensão para entender o que Ele te dá na sua necessidade?
- Sim.
- E Ele é sempre bom. Por que questionaria o que Ele te dá?
- Jó o questionou. Acha que sou melhor que Jó?
- Mas Jó teve coisas terríveis!
- Exato. Gostaria de entender quando os presentes indesejáveis chegarem.
- Presentes indesejáveis...
- Sim! – o olhar de meu amigo já desistia de me entender. Insisti mesmo assim no discurso – Nem sempre quero as dores que me fazem caminhar mais firme, entende? Se eu pudesse escolher, teria entrado em Canaã sem a necessária peregrinação que me faz um soldado, e arranca de mim o escravo. Mas as dores nunca são um presente que se espera encontrar entre os presentes de aniversário.
- Acho que entendo...

Desde então, meu amigo mudou sua oração. Ouvi falar que na igreja onde hoje é pastor ele prega essa mensagem. Quando ouvi isso, senti que tinha ganhado outro presente dos céus e creio que as ovelhas que ele apascenta foram igualmente presenteadas.

Ela viu mas acreditou que sua alegria contagiaria a furia do mar

O vídeo foi captado em Santander, na Espanha .

Uma forte maré sobe rapidamente, varrendo poderosamente tudo nas areias da praia de Sardinero. Todos já se encaminham para a rampa de acesso, mas a mulher, por algum motivo, talvez pelos os bons momentos que desfruta, acaba iludida com a ideia da alegria invencível que desfruta em seu lazer e resolve enfrentar o mar.

A natureza tem outros planos. A força da maré tem seu compromisso natural de continuar o que começou, e seu interesse pela forma brincalhona que uma mulher a enfrenta passa desapercebida, assim como o desespero dela, após ser engolida pela força das águas.

Por algum motivo, não sou diferente dela, embora algo em mim queira rir do que considero imbecil em seu comportamento. Todos sabemos de nossas limitações a forças bem menores que aquela.Mas as vezes, bricamos em lugares escorregadios. Os hospitais de tratamento de fratura que o digam.

Mas em um ou outro momento, poderíamos julgar que nossos êxitos são capazes de nos tornar invencíveis, cremos que o sabor de nossas vitórias em determinado aspecto é capaz de nos habilitar momentaneamente a imortalidade. Nosso eventual troféu empoeirado mente que é a senha para sermos sempre firmes e capazes.

Até que a vida passa em sua força habitual, e nós, tolos arrogantes, damos o vexame público de sermos arrastados diante da crítica alheia que também não crê que seu dia de enfrentar a maré alta chegará.

20 de dezembro de 2014

Brinquedos:os piores e mais bizarros





Chegando o Natal, a criançada já se prepara para ganhar seus presentes, mas nem tão preparados estão os fabricantes de brinquedos quando permitem que certas aberrações cheguem às prateleiras das lojas. Separamos alguns, como o japonês God Jesus: um mini robô que responde aleatoriamente com sim ou não às orações dos seus donos. Creio que muitos cristãos por aqui curtiriam a novidade... #sqn.
Lego campo de concentração
Lego campo de concentração tem em sua caixa esqueletos sendo conduzidos às dependências. 
Você não acreditaria no volume de imagens que foram removidas (tamanho mau gosto) antes do site decidir postar esta coletânea  de brinquedos de péssimas ideias e coisas totalmente esquisitas.

Claro: o Japão lidera o ranking no quesito novidades  #WTF, mas não é exclusividade nipônica.

Tirem as crianças da sala e verifique se estamos exagerando:

19 de dezembro de 2014

Lembra do policial que liberou a mulher presa por roubar comida?

Ladra dos ovos abraça policia

"A última vez que vi minha casa com tanta comida foi quando tinha 12 anos e morava com minha vó..."

Foi o que declarou, aos prantos, a mulher presa pela policia do Alabam por roupar ovos para alimentar a família.

A policia havia sido chamada por que havia uma mulher pega roubando cinco ovos para dar de comer aos filhos que passavam fome. Ela desesperada prometia ao policial que jamais voltaria àquele mercado.

O vídeo mostra o que o policial americano - famosos pela sua rigidez -  fez com a mulher. Só não esperava que estivesse sendo filmado. Talvez por esperarem alguma truculência.

Mas não parou por aí: o policial William Stacy, Alabama, juntou os colegas de seu departamento e resolveram ir até a casa de Helen Johnson, 47, que vive com mais duas filhas e dois netos. Com a coleta entre os amigos policiais, fizeram uma boa compra e levaram comida para ela.

William Stacy Helen Jonhson

Segundo a Sra. Jonshon, os ovos eram para o Natal. Agora, depois de vasto mantimento para o ano, o NAtal será bem diferente.

Se você ainda não viu o flagrante, vai aí o vídeo. Fé na humanidade.

Via Mail Online



Os 4 sofrimentos bíblicos

sofrimento
Se Deus é bom, tudo sabe e tudo pode, tem ciência do mal e tem poder para impedir o sofrimento. Se não o faz, caímos em um paradoxo: Se Deus é bom, mas impede o mal não, não tem poder suficiente para isso. Se for onipotente para frear a maldade, mas não o faz, é porque não é bom. Paradoxo de Epícuro
C.S.Lewis escreveu duas obras a respeito disso:“O Problema do Sofrimento” e “Anatomia de uma dor”. Esse segundo fala da dor crua do próprio autor, que perdeu o amor de sua vida para o câncer, e onde abandonou o tom teórico do primeiro livro para banhar-se na ferida em carne viva de saber que existe um Deus e Ele não fez “nada” quando a isso, quando podia.

Falar de sofrimento é fácil. Para quem não sofre é, e desinteressante. 

Vivemos em um mundo que quer ser feliz. A qualquer custo.Não podemos nos sentir chateados, com ou sem motivos, sem que nos receitem aquele comprimido milagroso que trará seu bem estar e paz de volta.